Os estudantes Eunice Amorim, Francisco Pires e Lucas Santos, do Mestrado em Engenharia Informática da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), foram uma das equipas vencedoras da 8.ª edição da TecStorm, uma hackathon universitária que reuniu mais de 500 participantes.

A equipa “Florensics” destacou-se na categoria “Conetividade”, propondo um sistema para prevenção e combate de incêndios que utiliza “Internet of Things” (IoT) para criar uma rede de dispositivos, estrategicamente distribuídos por uma área florestal, para envio de alertas em caso de incêndio.

“O projeto é um sistema inovador, que consiste numa rede de dispositivos equipados com sensor de chama e monóxido de carbono colocados numa área florestal para recolher dados que permitam prevenir e combater incêndios de forma mais eficiente e precoce”, avançam os membros da equipa.

A participação na TecStorm por parte dos estudantes da Faculdade de Engenharia surgiu a partir do “desejo de um grupo de amigos em querer fazer a diferença no mundo. Propusemo-nos a criar um sistema que, com poucos recursos e em condições adversas, fosse capaz de reconhecer um incêndio em andamento e alertar para a sua existência antes que este tome maiores proporções”. Na demonstração final do concurso, os telemóveis da audiência chegar a tocar com o acender de um isqueiro junto ao dispositivo.

(Foto: DR)

“Ficámos muito contentes por este trabalho ter sido reconhecido com o primeiro lugar da hackathon. A FEUP teve um contributo fundamental para este resultado, já que durante os anos de formação, nos deu a resiliência e a capacidade certas para resolver problemas que permitiram realizar este desafio em apenas 24 horas”, concluem os estudantes.

Durante três dias, mais de 114 universitários de todo o país estiveram reunidos na Fundação Champalimaud, em Lisboa, para desenvolver e finalizar 28 projetos tecnológicos, distribuídos pelas quatro categorias a concurso: conectividade, energia, saúde e mobilidade. Os jovens universitários disputaram um prémio global de 10 mil euros.