O investigador Bruno Sarmento, líder do grupo de investigação «Nanomedicines & Translational Drug Delivery» do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S), foi recentemente eleito Secretário da Direção da Controlled Release Society, a maior sociedade científica internacional na área dos sistemas de libertação controlada de fármacos,.

Depois de ter sido presidente do Focus Group de Nanomedicine and Nanoscale Drug Delivery, vice-presidente do Capítulo Ibérico e eleito Director-at-Large da mesma sociedade em 2021, Bruno Sarmento foi agora conduzido para o mandato de Secretário, no âmbito do qual desempenhará funções na Comissão Executiva da Sociedade.

Para o investigador do i3S, ocupar o cargo de Secretário desta sociedade científica é “uma oportunidade de contribuir para o reforço da área da libertação controlada de fármacos no panorama internacional de investigação biomédica e farmacêutica”.

Esta eleição, acrescenta, “representa um reconhecimento do percurso feito na Controlled Release Society” e do impacto das suas atividades de promoção, divulgação e disseminação da Sociedade e dos seus membros. Significa também um reconhecimento do seu grupo de investigação e das instituições às quais está afiliado.

A CRS é uma sociedade científica internacional que reúne especialistas académicos, da indústria e da área regulamentar dedicados à ciência da formulação e administração de fármacos, incluindo farmacêuticos, engenheiros, médicos e profissionais técnicos. Sedeada nos Estados Unidos, a sociedade possui mais de 3.000 membros a nível mundial e está organizada em sete «Focus Groups» e 19 Grupos Locais em diferentes zonas geográficas.

Sobre Bruno Sarmento

Licenciado em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Farmácia da U.Porto (FFUP) em 2002, Bruno Sarmento concluiu o doutoramento em Nanotecnologia Farmacêutica na U.Porto em 2007, em colaboração com a Queen’s University (Canadá), a Universidade de Copenhaga (Dinamarca) e a Universidade de Santiago de Compostela (Espanha).

De 2007 a 2012, ocupou uma posição de pós-doutorado na FFUP, em colaboração com a Universidade de Copenhaga, e é desde 2008 Professor Associado Convidado no Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS).

Co-fundador da Inovapotek, spin-off da U.Porto, em 2008, Bruno Sarmento entrou no INEB (atualmente integrado no i3S) em 2012, como investigador associado. Atualmente, é líder do grupo de investigação «Nanomedicines and Translational Drug Delivery» e membro da direção do i3S.

Bruno Sarmento é também editor do «European Journal of Pharmaceutical Sciences» e membro do Conselho Consultivo Editorial de várias revistas internacionais de referência. A sua investigação centra-se no desenvolvimento de nanomedicinas funcionalizadas e na sua aplicação a nível farmacêutico e biomédico, nomeadamente nas áreas da diabetes, cancro e doenças infeciosas. Especializou-se também em modelos de engenharia de tecidos tridimensionais para validação e correlação in vitro/in vivo de nanomedicinas.