O projeto europeu DIVA, coordenado em Portugal pelo INESC TEC e INOVISA, vai lançar a segunda edição de um programa de apoio a pequenas e médias empresas (PME) que submetam projetos de base tecnológica, inovadores, com aplicação nos setores agroalimentar, ambiente e floresta. Estão disponíveis 1,38 milhões de euros.

As candidaturas estão abertas entre 26 de novembro de 2019 e 31 de janeiro de 2020 no website do projeto. Podem candidatar-se PME portuguesas, espanholas, francesas, gregas, italianas e irlandesas, incluindo empresas jovens e startups, desde que legalmente constituídas e estabelecidas num dos seis países referidos.

O objetivo? Financiar o desenvolvimento de novos produtos e serviços através de várias tipologias de vales:  vales de maturação, no valor de 10 mil euros, para apoiar provas de conceito; vales de demonstração para apoiar o desenvolvimento de demonstradores em ambiente real, com o valor de 25 mil euros para pequena demonstração e 60 mil euros para grande demonstração; e vales de internacionalização no valor de 30 mil euros para apoiar o desenvolvimento de estratégias de internacionalização.

A primeira edição do programa apoiou 21 PME portuguesas, com um investimento total de 300 mil euros. Entre os projetos apoiados estão, por exemplo, um projeto de desenvolvimento de um sistema de deteção de incêndios florestais, ou uma solução para monitorização, em tempo real, do processo de vinificação.

Os projetos podem ser individuais ou em consórcio e devem ser liderados por uma empresa. As empresas poderão solicitar apoio e colocar questões até 15 de janeiro, através do e-mail diva@inesctec.pt .

O DIVA (boosting innovative Digitech Value chains for Agrofood, forestry and environment) é financiado pelo programa de investigação e inovação da União Europeia H2020 INNOSUP.

Mais informações aqui.