UPTEC traça soluções para tornar Portugal num “hub” para startups mundiais

UPTEC_Abyssal

Empresas do UPTEC exportam para mais de 120 países (Foto: UPTEC)

O UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da U.Porto e a Beta-i , com o apoio da Câmara Municipal do Porto, promovem no próximo dia 17 de fevereiro uma sessão de discussão sobre o movimento Startup Manifesto Portugal. Esta iniciativa visa discutir e debater como assegurar o crescimento sustentado do ecossistema nacional de startups, assim como a estratégia que o Porto em particular irá seguir em 2016.

Portugal irá assim juntar-se aos outros nove países que já criaram um Startup Manifesto, na tentativa de tornar o país num ‘hub‘ verdadeiramente competitivo para startups de todo o mundo. Para o Município do Porto esta iniciativa reforça a estratégia ScaleUp Porto, apresentada recentemente, da qual se destaca a conferência ScaleUpFor Europe, a realizar em maio, na Invicta.

Em 2013, o Startup Manifesto Europeu foi assinado e publicado por nove empreendedores tecnológicos europeus, onde se incluíam os fundadores do Spotify, do The Next Web ou do Seedcamp. O objetivo passava por definir pontos de ação e envolver a comunidade europeia de empreendedores. Depois disso, começaram a surgir iniciativas isoladas em países como a Bélgica, Polónia, Suécia ou Grécia, para que este movimento ganhasse mais rapidamente tração local.

O Startup Manifesto Portugal, com o alto patrocínio da Comissão Europeia, será inteiramente desenvolvido pela comunidade, de forma capilar. A ideia é  dar voz à comunidade, para que todos no ecossistema partilhem pontos de vista, opiniões e ideias. Nesse sentido foi já criado o hashtag #ptstartupmanifesto, bem como uma página no Facebook, para centralizar a comunicação, organizar encontros entre fundadores de empresas e agendar eventos

A sessão de dia 17 vai ter lugar entre as 15h30 e as 17h00, no Edifício Central do UPTEC. A entrada é livre.