UNorte.pt arranca com plano de investimento para a região

UNORTE01

Ao Reitor da U.Porto coube o anúncio das primeiras iniciativas do consórcio.

Até ao final do primeiro trimestre de 2015, as universidades do Porto, do Minho e de Trás-os-Montes e Alto Douro, em parceria com a CCDR-N, irão concluir um Plano de Investimentos do Consórcio UNorte.pt que vise o desenvolvimento regional, em todas as suas vertentes: económica, social e cultural.

Esta foi uma das principais novidades anunciadas pelo Reitor da Universidade do Porto – e primeiro coordenador do consórcio – durante a cerimónia de assinatura do acordo de constituição do UNorte.pt, o consórcio que reúne as três universidades públicas do Norte de Portugal.

No dia 9 de janeiro, sob o olhar do Primeiro-Ministro, do Ministro da Educação e Ciência, de reitores de universidades portuguesas e espanholas, de líderes políticos e empresariais da região e de representantes dos órgãos de governo das suas instituições, os reitores do Porto, do Minho e de Trás-os-Montes e Alto Douro firmaram, na Casa de Mateus (Vila Real), os termos do primeiro consórcio de universidades portuguesas.

Sendo a Universidade do Porto a primeira coordenadora do consórcio, cuja coordenação será rotativa entre as três instituições por períodos de dois anos, coube ao reitor Sebastião Feyo de Azevedo anunciar publicamente as primeiras ações concretas do UNorte.pt.

Na preparação do plano de investimentos, uma das prioridades estratégicas será a a criação de mecanismos de interação com o tecido empresarial, nomeadamente tendo em vista o desenvolvimento de atividades de I&D+i, a transferência de tecnologia e a inserção de doutorados nas empresas.

No plano da formação, o consórcio pretende gerir conjuntamente o plafond de vagas no concurso nacional de acesso ao ensino superior, já a partir do ano letivo 2015-16, assim como promover projetos comuns conjuntos no domínio da formação emergente e considerar a a adoção de uma plataforma comum para disponibilizar cursos livres, do tipo MOOC, que serão lecionados em português, castelhano e/ou inglês.

Paralelamente à área da formação académica, o consórcio irá realizar iniciativas conjuntas nos domínios da cultura, do desporto universitário, da ação social escolar e do empreendedorismo académico, propondo-se ainda delinear um plano de promoção internacional comum, quer das três universidades, quer da Região Norte.

UNORTE02

O Primeiro-Ministro presidiu à cerimónia de assinatura do consórcio UNorte.pt

Estas iniciativas foram saudadas por Pedro Passos Coelho que, durante a sua intervenção, desafiou os restantes reitores presentes na ocasião a promover parcerias semelhantes. De acordo com o Primeiro-Ministro português, o consórcio UNorte.pt poderá ser um exemplo importante para o modelo de desenvolvimento regional se, como se pretende, «envolver as instituições da área empresarial, económica e cultural a partir das universidades, criando um movimento de difusão regional abrangente».