Universidades portuguesas abrem portas aos estudantes de Macau

O presidente do CRUP, António M. Cunha, assina o protocolo de colaboração com as universidades macaenses na Sala do Conselho da Reitoria da U.Porto.

A Universidade do Porto foi o palco escolhido para a assinatura de um inovador protocolo de cooperação entre o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) e a Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China que irá simplificar o acesso de estudantes macaenses às instituições de ensino superior de Portugal.

Foi na Reitoria da U.Porto que decorreu, no dia 22 de setembro, a reunião extraordinária do CRUP com uma delegação do governo e universidades macaenses que determinou esta colaboração entre as instituições dos dois territórios. Com a assinatura deste protocolo, os membros do CRUP – Universidade do Porto incluída – acordaram utilizar os resultados do Exame Unificado de Acesso às Instituições de Ensino Superior de Macau como ferramenta de seleção e ingresso dos estudantes daquela região nas universidades portuguesas.

O Reitor da Universidade do Porto, anfitrião da cerimónia, recebeu uma lembrança das mãos do Secretário para os Assuntos Sociais e Culturais do governo da Região Administrativa Especial de Macau.

Paralelamente, a ocasião serviu ainda para a Universidade do Porto firmar protocolos de colaboração específicos com três instituições macaenses: Universidade de Macau, Universidade da Cidade de Macau e Instituto Politécnico de Macau. Os acordos assinados visam a cooperação académica, científica e cultural entre as instituições, particularmente no que toca ao intercâmbio de docentes, investigadores e estudantes.

Com a Universidade de Macau foi especificamente estabelecida uma parceria entre as Faculdades de Letras de ambas as instituições para a promoção de mobilidade de estudantes, para períodos de estudo semestrais, com o compromisso de envolver igual número de estudantes nos dois sentidos do intercâmbio.

Já com o Instituto Politécnico de Macau, a colaboração presta-se especificamente com o seu Centro Pedagógico e Científico para as Indústrias Culturais e Criativas e a Faculdade de Belas Artes da U.Porto. As duas escolas acordaram desenvolver o intercâmbio de investigadores no sentido de aprofundar a sua formação, nomeadamente através de bolsas de investigação e da criação de projetos conjuntos de investigação.

A assinatura do protocolo de colaboração foi ainda marcada pela inauguração na U.Porto de uma exposição de pintura da autoria de professores e alunos do Instituto Politécnico de Macau.

Para assinalar o momento, foi inaugurada na Sala de Exposições Temporárias da Reitoria da U.Porto a mostra “Cultura e Cidade”, uma exposição coletiva de pintura e desenho, da autoria dos professores e alunos da Escola Superior de Artes do Instituto Politécnico de Macau, que pretende dar uma visão do estado da arte contemporânea chinesa.

Com entrada livre, a exposição estará patente na Reitoria da Universidade do Porto até 25 de setembro.