Universidades do norte de Portugal e da Galiza unidas pela Cultura

Orquestra Clássica da FEUP

A Orquestra Clássica da FEUP vai representar a U.Porto na primeira ação do projeto, a decorrer em Vila Real. (Fotos: Egídio Santos / U.Porto)

Pela primeira vez, todas as universidades públicas do norte de Portugal e da Galiza reúnem-se para preparar aquele que será um espetáculo conjunto de música e artes cénicas, aberto ao público. As universidades do Porto, do Minho e de Trás-os-Montes e Alto Douro, juntamente com as congéneres da Corunha, de Santiago e de Vigo, estão a trabalhar na organização de um projeto de cooperação cultural euroregional. Desenvolvido no âmbito da Fundação CEER, “Música e Movimento Partilhados” é o nome do evento que reune música e artes cénicas.

A ideia surgiu da necessidade de partilhar a cultura e as atividades artísticas desenvolvidas nas seis universidades e de abrir um caminho de difusão cultural transfronteiriça que permita estabelecer sinergias e e territórios comuns, nomeadamente na área da cultura.

Reunião CEER "Música e Movimento Partilhados"

Os representantes das seis universidades envolvidas estiveram reunidos a 8 de abril, na UTAD. (Foto: DR)

Este programa, com vocação de continuidade e cunho colaborativo, terá a sua primeira ação nos próximos dias 14 e 15 de maio, em Vila Real.

Dia 14 vão subir ao palco do Teatro de Vila Real a Orquestra Clássica da Faculdade de Engenharia da U.Porto, o Coro de Câmara da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, o grupo de Percussão da Universidade do Minho, o grupo rock Cool Cucumbers da Universidade de Vigo, o grupo de Danza Normal da Universidade da Corunha e a Orquestra de Câmara e o Espaço de Danza da Universidade de Santiago de Compostela. Os espetáculos começam a partir das 16h00 e têm entrada livre. O concerta da Orquestra  Clássica da FEUP começa às 21h30, mas a música continua. O último espetáculo ficará a cargo dos Cool Cucumbers, da Universidade de Vigo.

No próximo ano, pretende-se que as Jornadas se desenvolvam na Galiza, com convidados portugueses. O evento irá ainda criar a oportunidade de posteriores colaborações, nesta ou noutras linhas, como já se materializou com a participação de membros da Orquestra da Universidade de Santiago de Compostela, da Universidade do Porto e do Minho no Dia da Universidade do Minho, interpretando o oratório “A criação” de Haydn.

Trata-se, pois, de um programa de significativo interesse e potencial, já que é a primeira vez que as três universidades do norte de Portugal e da Galiza se juntam para um projeto cultural conjunto desta envergadura. O evento foi patrocinado pela Universidade do Minho, a Agrupación Europea de Cooperación Territorial Galicia-Norte de Portugal e a Consellería de Cultura da Xunta de Galicia.