Universidade vai dançar no Serralves em Festa

A CATALOGUE OF STEPS

CIco bailarinos vão percorrer os espaços da Reitoria para “apresentar o que a dança emite ou ativa, em termos de imagem, de identidade ou de representação” (Fotos: DR)

Palco dos principais eventos académicos realizados na Universidade, o edifício histórico da Reitoria da U.Porto vai ser transformado, no próximo dia 29 de maio, num palco de… dança contemporânea. O motivo será A Catalogue of Steps, um projeto performativo integrado no programa de eventos que vão levar a edição 2015 do festival Serralves em Festa ao centro da cidade do Porto.

Liderados pela coreógrafa norte-americana DD Dorvillier, um grupo de cinco performers nacionais e estrangeiros vai ocupar a casa-mãe” da Universidade entre as 15h30 e as 19h30, com o objetivo de “apresentar o que a dança emite ou ativa, em termos de imagem, de identidade ou de representação”, abdicando para isso  de elementos como música, iluminação, figurinos e adereços. Aberta ao público, a performance/instalação vai decorrer em vários espaços distintos, quer no interior do edifício (escadaria principal, Salão Nobre, Biblioteca do Fundo Antigo, escadas de serviço e salas de exposições), quer no exterior (Praça Gomes Teixeira), e inclui uma instalação de bandeiras realizadas pelo designer e arquiteto Olivier Vadrot.

A escolha da Reitoria para acolher A Catalogue of Steps resultou de uma visita realizada por DD Dorvillier ao edifício em fevereiro passado. A coréografa ficou então atraída”não só pela estética dos espaços, mas também – e sobretudo – pelo valor cultural e simbólico que o próprio edifício contém”. Por isso mesmo, “o  projeto requer uma sensibilidade particular considerando o lugar onde vai ser apresentado, junto das pessoas em que ali trabalham, devendo ser respeitados os seus horários e ritmos diários”, anuncia a Fundação de Serralves.

A performance servirá de aperitivo para a apresentação do trabalho coreográfico no Serralves em Festa, um dos maiores festivais de expressão artística contemporânea da Europa e o maior em Portugal. A decorrer de 30 e 31 de maio de 2015, a 12.ª edição do evento propõe um programa alargado de iniciativas abertas ao público que vão ter lugar, ininterruptamente, durante 40 horas, nos espaços da Fundação de Serralves (Avenida Marechal Gomes da Costa). Um dia antes, o festival sai então às ruas do centro do Porto, através de um “programa performativo que ocupará e revelará lugares distintos da cidade, envolvendo as comunidades artísticas locais e surpreendendo nas suas rotinas os habitantes e visitantes da cidade”.

Mais informações aqui.