Universidade premeia quatro estudantes exemplos de cidadania

Vencedores do Prémio de Cidadania Ativa da U.Porto 2014

Hélder Gonçalves, Ana Catarina Correia, Sofia Rios e Ivo Reis venceram a segunda edição do prémio, em 2015. (Foto: Egídio Santos / U.Porto).

Ao longo de 2015,  destacaram-se pelo trabalho que desenvolveram em áreas tão diversas como a Solidariedade, o Empreendedorismo e a Pedagogia. No próximo dia 22 de março, Dia da Universidade do Porto, é esse esforço que será reconhecido aos quatro vencedores da edição 2015 do Prémio Cidadania Ativa da Universidade do Porto, galardão que, pelo terceiro ano consecutivo, distingue os estudantes da U.Porto que, ao longo do último ano, se destacaram positivamente pela participação em atividades extracurriculares que desenvolvam práticas de cidadania ativa.

Na vertente Humanitária e/ou Solidária a U.Porto distinguiu duas estudantes. Ana Catarina Rocha, da Faculdade de Engenharia (FEUP) e Ana Marta Pinto, do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS).

Ana Catarina Rocha, estudante de Engenharia Química na FEUP, vê reconhecido o trabalho que vem desenvolvendo o G.A.S Porto – Grupo de Ação Social do Porto, nomeadamente o papel desempenhado no projeto de voluntariado 100Diferenças e a participação numa Missão Humanitária em Timor-Leste. Nesta missão, que conta com a colaboração do ISMAIK (congregação religiosa de Timor-Leste), Ana auxilia o jardim-infantil “Wini-bruma” (“Sementinhas”), onde já impulsionou a abertura de um ATL, e conseguiu ajudar crianças de diversas idades.

VoluntariadoEstudantil

O Prémio Cidadania Ativa distingue os melhores projetos e ações desenvolvidos pelos estudantes da U.Porto nas áreas de Solidariedade, Empreendedorismo e Pedagogia.

Ana Marta Pinto, estudante de Medicina do ICBAS, foi distinguida pelo seu trabalho no Projeto Narizinho, uma ação de voluntariado não remunerado que tem como objetivo ajudar as crianças do Serviço Médico Cirúrgico Pediátrico do Centro Materno Infantil do Norte (CMIN), através de atividades lúdicas e didáticas que as divertem e apaziguam em tempos difíceis, facilitando os procedimentos terapêuticos.

Na vertente do Empreendedorismo, a U.Porto distingue Gonçalo Bacellar pelo seu papel na Junior Achievement Alumni, onde assume o cargo de presidente. Estudante do curso de Ciência da Informação na Faculdade de Letras, Gonçalo tem-se destacado na missão de aproximar a comunidade académica das Startups, proporcionar oportunidades de empreendedorismo para os estudantes da U.Porto e contribuir para que a instituição se posicione cada vez mais como uma referência de empreendedorismo a nível nacional.

Rita Beco, estudante de Engenharia Mecânica da Faculdade de Engenharia, é a vencedora na Vertente Pedagógica pela criação da Rede para o Desenvolvimento de Novos Paradigmas da Educação, fruto do trabalho que tem vindo a desenvolver como membro da Comissão Permanente de Novos Paradigmas Debates e Iniciativas na FEUP e como Presidente do Conselho Executivo da Rede. Segundo Barbedo Magalhães, professor emérito da U.Porto que propôs  a nomeação, Rita foi a pessoa mais importante na criação da Rede, projeto que “é de uma enorme relevância pois a Educação é a melhor forma de capacitar as pessoas para mudarem o mundo para melhor e se realizarem pessoal e socialmente”.

O Prémio de Cidadania Ativa da U.Porto vai ser entregue no dia 22 de março, no Salão Nobre da Reitoria, durante a cerimónia comemorativa do Dia da Universidade do Porto.