Universidade do Porto comemora 40.º aniversário do 25 de abril

Exposição no CPF vai relevar alguns dos momentos que marcaram o frente a frente no Terreiro do Paço e no Carmo, no dia da Revolução. (Foto: Alfredo Cunha)

A Universidade do Porto, em colaboração com o Centro Português de Fotografia (CPF) e com o grupo Porto Editora, promove ao longo das próximas semanas um programa alargado de iniciativas centradas nas comemorações dos 40 anos do 25 de abril.

A iniciativa arranca já no dia 12 de abril, com a inauguração da exposição “Os rapazes dos Tanques”, constituída por imagens históricas que  o fotógrafoAlfredo Cunha registou nesse histórico dia. Pretende-se dessa forma que o visitante possa reviver o dramático momento do frente a frente no Terreiro do Paço e no Carmo, no dia 25 de abril de 1974.

A mostra estará patente no Centro de Exposições do Centro Português de Fotografia até 29 de junho, podendo ser visitada de terça a sexta, entre as 10h00 e as 12h30 e entre as 14h00 e as 18h00; aos sábados, domingos e feriados, entre as 15h00 e as 19h00.

Ainda no âmbito da exposição, Alfredo Cunha e o jornalista Adelino Gomes vão estar no CPF no dia 24 de maio, entre as 15h30 e as 16h30, para liderar uma visita guiada. Segue-se uma palestra (17h00) proferida também por Alfredo Cunha, na Reitoria da Universidade do Porto (Praça Gomes Teixeira).

Na véspera das comemorações oficiais da “Revolução dos Cravos”, a 22 de abril, pelas 21h30, a Reitoria da Universidade do Porto acolhe ainda o debate “Esta casa acredita que ainda falta cumprir abril”, organizado pela Sociedade de Debates da Universidade do Porto (SDdUP).

A entrada é livre para todos os eventos.

  • Luis Prenda

    Considero que o 25 de Abril 1974, atualmente tem uma expressão politica democrática e de dimensão europeia.(U.E.)