Uma exposição para “Andar nas Nuvens” na Casa-Museu Abel Salazar

Ao longe o céu“, fotografia de Manuel Valente Alves

“Andar nas Nuvens – duas propostas para um diálogo entre a terra e os céus” será a próxima exposição a inaugurar dia 28 de janeiro, pelas 17h00, na Casa-Museu Abel Salazar

Com curadoria de Margarida Medeiros, esta exposição apresenta as propostas artísticas de Manuel Valente Alves e Carla Cabanas que, partindo da contemplação de dois quadros do pintor holandês Jan van Goyen – “Paisagem com Mau tempo” e “Paisagem com Bom Tempo”, ambas patentes na Casa-Museu Fundação Medeiros e Almeida – e das pinturas de Abel Salazar, como – “Sol de Trovoada Cais da Alfândega” ou “Poente na Serra (Gondar Minho)” – , fazem uma reflexão visual sobre a sociedade atual, remetendo para as possibilidades de controlo tecnológico do mundo e da natureza, e para a nuvem como alegoria de um arquivo tocado pelo eterno.

Da pintura flamenga às paisagens de Abel Salazar e à meditação contemporânea sobre o céu e a terra na sua substância iconográfica, poder-se-á traçar um percurso no qual a visualização do mundo se constitui como mediador fundamental da compreensão do ser humano sobre si mesmo.

É esse potencial poético que é convocado pelas obras presentes nesta exposição, que ficará patente ao público até 20 de maio de 2017. A entrada é livre.