Um dia mais verde no Jardim Botânico do Porto

Visitantes do Jardim Botânico vão poder conhecer um pouco mais sobre biologia das plantas que povoam aquele espaço.

No próximo sábado, dia 18 de maio, comemora-se em várias partes do mundo o Dia do Fascínio das Plantas. No Porto, este dia será comemorado no Jardim Botânico, a partir das 14 horas da tarde, numa iniciativa promovida pelo Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC) e pela Universidade do Porto.

O programa proposto para a tarde sábado tem epicentro nas Estufa das Suculentas. Vários investigadores da Universidade do Porto cujo trabalho é centrado nas plantas marcarão presença numa Mostra Verde onde o contacto direto com a biologia das plantas será uma realidade.

Além de dar a conhecer diferentes áreas de investigação vegetal da Universidade, esta mostra conta com a presença de algumas empresas inovadoras nas áreas de produção vegetal, como o Cantinho das Aromáticas, a Inphytro e a Klón. Na estufa decorrerão conversas informais com convidados sobre temas como a investigação em biologia vegetal e o empreendedorismo verde.

Na mesma data em que se assinala o Dia Internacional dos Museus, todos os visitantes do Jardim Botânico poderão integrar visitas guiadas em que, durante cerca de uma hora, poderão descobrir algumas das histórias deste jardim único do Porto, tantas vezes retratado nos livros de Sophia de Mello Breyner Andresen, que ali passou parte da infância. Segredos de florestas exóticas, como os fetos arbóreos, as cicas ou as várias palmeiras, poderão assim ser explorados a par com a descoberta de árvores que nos dão o café, a chá ou a canela.

O ponto alto do evento está marcado para as 18 horas, com o debate ‘Sustentabilidade agrícola: que caminho com o cultivo de transgénicos’, a decorrer no  Auditório Prof. Ferreira da Silva, Edifício FC6, organizado pelo Ciência2.0. A discussão conta com as intervenções da Mariana Sottomayor, investigadora na área de Engenharia Metabólica de Plantas no IBMC e na FCUP, e da Professora Margarida Silva, ambientalista da Quercus, coordenadora da Plataforma Transgénicos Fora do Prato e autora do livro “Alimentos Transgénicos? Um guia para consumidores cautelosos”.

Devido à limitação de lugares, o debate, assim como as visitas, está sujeito a inscrição prévia, através do site do evento, em jardimbotanico.up.pt/maisverde.