U.Porto teve quase o dobro dos candidatos para as vagas disponíveis

300_fcnaup3

A Universidade do Porto volta a registar as maiores médias de entrada no Ensino Superior.

A Universidade do Porto foi a primeira escolha para 7.736 candidatos ao Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior de 2016, o que representa uma média de 1,9 candidatos em primeira opção para cada uma das 4.160 vagas disponíveis, um registo bastante superior a qualquer outra universidade ou politécnico do país.

De facto, logo na primeira fase do concurso nacional, a Universidade do Porto conseguiu preencher a quase totalidade das suas vagas (4.131 colocados, 99,3% das vagas disponíveis), sendo que apenas 3 dos seus 52 cursos de licenciatura e mestrado integrado registam vagas sobrantes para as restantes fases do acesso ao Ensino Superior.

Por outro lado, a Universidade do Porto continua a ser, globalmente, a instituição com as mais altas médias de entrada no Ensino Superior, conseguindo a mais elevada classificação média ponderada do último colocado entre as universidades e politécnicos nacionais (157,2 valores, bem acima da média de 151 valores registada pela Universidade Nova de Lisboa).

Acresce ainda o facto de pertencerem à Universidade do Porto 4 dos 6 cursos com as mais altas médias de entrada do país e, num universo mais alargado, 9 dos 25 cursos com as classificações mais elevadas. De facto, das 52 licenciaturas e mestrados integrados da Universidade do Porto, 33 possuem a mais alta nota de entrada do país dos cursos da sua área de estudo.

Para o Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, estes resultados «são prova da excelente reputação de que a Universidade do Porto continua a gozar junto dos candidatos ao Ensino Superior. Uma procura quase duas vezes superior à oferta, como aconteceu este ano, é um indicador seguro da qualidade percebida pelos candidatos ao Ensino Superior e pela sociedade em geral relativamente à formação superior que a U.Porto proporciona. Os jovens, e as suas famílias, sabem que um diploma da Universidade do Porto constitui um valioso atestado de competências para entrar na vida profissional e uma grande mais-valia no mercado de trabalho nacional e internacional».

300_receção3

Os novos estudantes serão novamente recebidos com um roteiro cultural que lhes permitirá conhecer de forma gratuita os marcos da cidade, como a Torre dos Clérigos

Estes 4.131 novos estudantes vão receber as boas-vindas à Universidade em plena Baixa da Invicta na próxima quinta-feira, 15 de setembro, numa sessão que contará com as intervenções do Reitor da U.Porto, do Presidente da Câmara Municipal do Porto e do Presidente da Federação Académica do Porto. Uma sessão que, tal como no ano passado, tem a particularidade de envolver toda a cidade no acolhimento aos novos estudantes. Num esforço alargado de integração, cerca de 20 instituições da cidade vão permitir a entrada gratuita dos novos estudantes aos principais monumentos e espaços culturais do Porto durante dois dias.