U.Porto recebe o maior evento mundial do setor farmacêutico

Mais de 750 participantes são esperados Faculdade de Farmácia da U.Porto durante os 11 dias do congresso.

O Congresso Mundial da International Pharmaceutical Student’s Federation realiza-se, este ano, na cidade do Porto. A 60ª edição do maior e mais importante evento de estudantes de farmácia do mundo decorre entre os dias 31 de julho e 10 de agosto, na Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP).

Aprovada a candidatura em agosto de 2012, o congresso será organizado pela IPSF em cooperação com a Associação de Estudantes da FFUP (AEFFUP). A edição deste ano contará com a participação de 60 países e foca-se na importância da aplicação prática na ciência farmacêutica sob o mote “Science into pratice, pratice intro Science” (“Ciência em prática e a prática dentro da ciência”). Entre as várias iniciativas previstas no programa incluem-se ainda simpósios, workshops, noites temáticas, excursões e campanhas de saúde pública para discutir o estado atual da ciência farmacêutica e da IPSF.

Quanto à adesão, são esperados mais de 750 participantes vindos dos quatro quantos do mundo. O evento é aberto a qualquer estudante de farmácia, antigo estudante  (com a condição de ser recém-graduado até cinco anos ao abrigo dos estatutos da IPSF) e profissionais do setor.

Durante o programa do congresso estarão, também, presentes outras organizações estudantis, humanitárias e profissionais que detêm protocolos e memorandos de entendimento com a IPSF, como é o caso da Organização Mundial de Saúde (OMS), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), do Conselho Socioeconómico das Nações Unidas (UN ECOSOC) e da Federação Farmacêutica Internacional (International Pharmaceutical Federation – FIP).

Fundada por oito Associações de Estudantes de Farmácia, a International Pharmaceutical Student’s Federation teve origem em 1949, na cidade de Londres. Atualmente sediada em Haia, nos Países Baixos, a federação representa aproximadamente 350 mil estudantes de farmácia e recém-licenciados em 70 países.