U.Porto (re)abre as portas à Noite Europeia dos Investigadores

Noite Europeia dos Investigadores (NEI) 2013

A remodelada Casa Andresen, no Jardim Botânico do Porto, vai voltar a ser um dos palcos da Noite Europeia dos Investigadores. (Fotos: DR)

Desde há vários anos que a Noite Europeia dos Investigadores (NEI) é, para muitos dos habitantes da cidade do Porto, o programa ideal para a última sexta-feira de setembro. Há quem não se esqueça do Bar Científico na Praça de Gomes Teixeira ou das observações astronómicas no Jardim da Cordoaria. Para outros, a NEI surgia como a oportunidade perfeita para “meter as mãos na massa” em atividades práticas sobre os mais variados temas ou escutar bandas de cientistas. A pensar nisso, e depois de dois anos de ausência, a U.Porto volta em força em 2016, não com uma, mas com duas Noites dos Investigadores, ambas a decorrer no próximo dia 30 de setembro, no pólo do Campo Alegre.

Proporcionar descontraídos momentos de lazer mas também a descoberta da melhor ciência que se faz em Portugal e, sobretudo, dos cientistas que a desenvolvem, é o objetivo a que vários organismos da Universidade (e não só) se propõem naquele que é considerado o maior evento de divulgação de ciência em Portugal, e em muitos países da Europa. Para tal, toda a população está convocada a participar numa seleção alargada de  iniciativas e atividades para todas as idades, em que o foco são as aplicações da investigação científica no dia-a-dia e os desafios que o futuro próximo nos coloca.

Na Universidade do Porto, a noite científica mais interessante do ano arranca no Jardim Botânico do Porto, onde, a partir das 18h00, o MHNC-UP – Museu de História Natural e da Ciência da U.Porto (membro do consórcio SCILIFE) abrirá as portas da emblemática e renovada Casa Andresen com um cartaz recheado de demonstrações, jogos interativos, palestras, quizzes, experiências de realidade virtual e visitas guiadas ao jardim. O programa de atividades inclui ainda uma expedição naturalista ao estilo do séc. XIX, uma missão de reconhecimento da fauna que se esconde nos charcos e lagos do Botânico, entre outras ações que tocam todas as áreas do conhecimento científico.

Noite Europeia dos Investigadores (NEI) 2013A “outra” Noite dos Investigadores arranca às 21h00 e pode começar ou terminar a ver estrelas no Planetário do Porto – Centro Ciência Viva, um dos “palcos” das atividades promovidas pelo consórcio FORESIGHT, ao qual se se associam o i3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde e o CAUP – Centro de Astrofísica da Universidade do Porto. A atividade arranca com o debate “Guerras digitais – Conhecimento Aberto, Pirataria e Ética da Informação”, mas à espera do visitante estarão, entre outras experiências, uma exposição de meteoritos, sessões imersivas de planetário, um workshop sobre poluição luminosa e, claro, a incontornável observação astronómica com telescópio. Alguns dos investigadores da Universidade do Porto estarão também a falar do seu trabalho e percurso em formato de speed dating. O programa completo encontra-se disponível aqui.

As atividades prolongam-se até às 00h00 e são abertas a toda a população.

Sobre a Noite dos Investigadores

A NEI comemora-se, desde 2005, por toda a Europa sempre na última sexta-feira de setembro, numa iniciativa promovida pela Comissão Europeia e pelas Acções Marie Curie. O objetivo desde então é proporcionar uma oportunidade para que público e cientistas convivam de modo informal e lúdico.

Todas as iniciativas têm entrada livre, ainda que limitada à capacidade do espaço.