U.Porto promove acessibilidade no Ensino Superior

Plataforma visa apoiar a produção de conteúdos acessíveis a todos os estudantes, incluindo os que têm necessidades especiais.

Face à presença cada vez mais frequente de estudantes com necessidades educativas especiais no Ensino Superior, a pergunta coloca-se: como produzir e disponibilizar informação relevante que possa ser lida por todos e não  apenas pelas maiorias? É a pensar nestas problemáticas, que nasce o PLACES – Plataforma de Acessibilidade, um projeto financiado pela Universidade do Porto e pela Fundação Calouste Gulbenkian, que tem como objetivo promover boas-práticas de produção de informação acessível a todos os estudantes do ensino superior, incluindo aqueles com necessidades educativas especiais (cegos, surdos, com baixa visão, com mobilidade reduzida).

Demonstrar que criar acessibilidade pode ser afinal algo fácil e prático foi o desafio colocado à equipa de investigação do projeto, que envolveu várias entidades e recursos da U.Porto, bem como a Unidade Acesso da FCT e o Instituto Nacional para a Reabilitação.  Desse desafio resultou o desenvolvimento de um conjunto de ferramentas especialmente pensadas para a difusão de práticas de produção de informação acessível, ou seja, informação que possa ser acedida por qualquer utilizador/leitor independentemente da tecnologia que esteja a utilizar.

De pequenos tutoriais que ajudam os docentes e outros produtores de informação a construir  textos em Word e de apresentações em Powerpoint acessíveis a qualquer leitor, passando por um leitor de fórmulas matemáticas para cegos e amblíopes ou de um inovador leitor de fórmulas por texto e/ou voz (dotado com navegação e pesquisa), são muitas as ferramentas disponíveis na nova plataforma. Os conteúdos – disponíveis em texto e em vídeo, legendado em texto e traduzido para Língua Gestual Portuguesa – estarão ao dispor de toda a comunidade em http://www.up.pt/places, bem como num e-book em formato e-Pub.

Os resultados do projeto vão ser apresentados em sessão pública a decorrer esta sexta-feira, dia 5 de abril, às 14h30, na  Sala do Fundo Antigo do edifício da Reitoria da U.Porto (Praça Gomes Teixeira, aos Clérigos). O evento será moderado por Alice Ribeiro (responsável pelo SAED – Serviço de Apoio ao Estudante Deficiente da U.Porto) e servirá para apresentar a nova plataforma, mostrar algunsvídeos introdutórios e esclarecer as dúvidas do público.

Nesta sessão marcarão presença membros de instituições que participaram no projeto, como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Fundação para a Ciência e Tecnologia e o Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. O encerramento estará a cargo de  Maria de Lurdes Correia Fernandes, Vice-Reitora da U.Porto para a Formação e Organização Académica.

A entrada é livre embora sujeita a inscrição, através do e-mail saed@letras.up.pt.