U.Porto foi a melhor nos Jogos Galaico-Durienses

Delegação da U.Porto, acompanhada pelo Pró Reitor Manuel Janeira (À esq.) e Bruno Almeida, diretor do Centro de Desporto da U.Porto (à dir.).

A Universidade do Porto foi a grande vencedora dos XX Jogos Galaico-Durienses, competição que reuniu, nos dias 19 e 20 de novembro, em Vila Nova de Cerveira (Portugal) e Tomiño (Espanha), os melhores atletas universitários do Norte de Portugal e da Galiza.

Duas vitórias e um terceiro lugar nas três modalidades (basquetebol, futsal e xadrez) que compuseram o programa dos Jogos bastaram para garantir a nona vitória – segunda consecutiva – da U.Porto no historial da competição. Para além da instituição portuense, marcaram ainda presença as universidade do Minho e de Trás os Montes e Alto Douro (Portugal), Vigo, Santiago de Compostela,  e Corunha (Espanha).

À imagem da edição anterior, a equipa de Basquetebol misto da U.Porto foi a mais forte, permanecendo invicta ao longo de todo o evento. A competição começou com um duelo difícil frente à U.Minho, culminado com uma vitória  por 42-37. Seguiu-se novo triunfo diante da Universidade de Vigo por 66-46. Na finalíssima, os atletas portuenses levaram a melhor sobre a Universidade de Santiago de Compostela por concludentes 73-43.

No Xadrez, mais uma vitória coletiva para a U.Porto, depois de ultrapassar consecutivamente  a U.Vigo e a U.Santiago de Compustela no primeiro dia de competição, e a U.Minho e a UTAD no segundo dia.

Por último, no Futsal a competição não começou bem. Depois de um empate a quatro bolas, os atletas da U.Porto acabaram por perder no desempate por grandes penalidades. A equipa vingou-se depois ao derrotar a Universidade de Santiago por 9-0. Na disputa pelo 3º e 4º lugar, a U.Porto conseguiu arrecadar o bronze ao vencer a U.Minho por 3-2.

Estes resultados valeram à U.Porto o título coletivo e a liderança no ranking dos Jogos Galaico Durienses, à frente da Universidades do Minho (2.ª classificada), Vigo (3.ª), Santiago de Compustela (4.ª), de Trás os Montes e Alto Douro (5.ª) e Corunha (6.ª).