U.Porto entre os melhores no 1º Europeu Universitário de Xadrez

A equipa da Universidade do Porto constituída por Lucas Silva, Henish Balu, Jorge Ferreira e o treinador Vitorino Ferreira.

A equipa da Universidade do Porto constituída por Lucas Silva, Henish Balu, Jorge Ferreira e o treinador Vitorino Ferreira. (Foto: CDUP.UP)

A Universidade do U.Porto alcançou o 9.º lugar na classificação geral da primeira edição do Campeonato Europeu Universitário de Xadrez, que se disputou entre 9 a 11 de outubro em Yerevan, Arménia.

Jorge Viterbo Ferreira, estudante da Faculdade de Letras, FLUP) foi o atleta melhor classificado ao terminar com 5,5 pontos, que lhe valeram a 13.ª posição final. Lucas Silva e Henish Balu, ambos estudantes da Faculdade de Ciências (FCUP), ficaram em 38.º e 40.º lugar, respetivamente.

Para Vitorino Dias Ferreira, treinador da equipa da U.Porto, a classificação geral “foi muito boa tendo em conta a qualidade e nacionalidade dos presentes”. Salientando que“os nossos universitários fizeram performances notáveis”, o técnico nota que “as representações eram todas do antigo ‘universo’ soviético e portanto, muito habituados e com imensa prática do xadrez. Tínhamos só os franceses da University of Strasbourg que podíamos considerar do nosso campeonato”.

As primeiras rondas da competição foram “de um nível surreal”, comentou Lucas Silva, e prejudicaram por exemplo Jorge Viterbo Ferreira, qie não estava satisfeito com o seu desempenho. “Joguei mal e perdi. O segundo jogo foi um empate normal”, explicou, desanimado.

Já no segundo dia de competição deu uma reviravolta. Em cinco jogos, os atletas da U.Porto perderam apenas um jogo. Nas últimas cinco rondas do europeu, Jorge Viterbo Ferreira venceu três encontros, Lucas Silva venceu um jogo e Henish Balu ganhou também um jogo.

Vitorino Dias Ferreira realçou o fator cultural que distancia alguns países de Portugal nesta modalidade, “na Arménia o ensino do xadrez nas escolas é obrigatório e a Turquia tem um projeto de ensino nas escolas que está a ser copiado por muitos países. Qualquer destes países que tiveram universidades representadas nesta competição costumam ficar nas Olimpíadas de Xadrez, bastante à frente de Portugal.”.

Jorge Ferreira, Mestre Internacional e número 1 do ranking português de Xadrez, foi o melhor classificado da U.Porto. O estudante adquiriu recentemente a 1ª norma para alcançar o título de Grande Mestre, sendo que nesta competição participaram 5 Grandes Mestres de Xadrez.

A primeira campeã europeia universitária de xadrez é a Ural State Medical University da Rússia.

A U.Porto terminou desta forma a sua participação nos Europeus Universitários relativos aos resultados conquistados na época desportiva 2014/2015. A U.Porto participou em 11 Campeonatos Europeus Universitários com cerca de 90 atletas, oito treinadores e oito oficiais do Centro de Desporto da U.Porto (CDUP-UP), e conquistou duas medalhas de ouro (Futebol 7 feminino e Karaté), uma medalha de prata (Rugby 7 feminino) e duas medalhas de bronze (Karaté e Remo).