U.Porto entre o top 250 mundial da produção científica

U.Porto continua a ser a única instituição nacional a figurar no top 250.

A Universidade do Porto continua a melhorar as suas prestações nos rankings internacionais, vendo agora distinguida a sua contribuição para a produção científica pelo SCImago. Naquele que é considerado como um dos mais prestigiados rankings internacionais, a U.Porto surge entre os primeiros 250 nomes da tabela, sendo igualmente a universidade portuguesa mais bem colocada nesta classificação. Na edição ibero-americana (SIR Iber), a Universidade do Porto surge em nono lugar.

Responsável por mais de 15 % de todas as publicações nacionais, a Universidade do Porto sobe 27 posições em relação ao ano anterior, colocando-se agora no 242º lugar. Nas primeiras 300 posições (no 273º lugar), apenas se encontra mais uma instituição portuguesa, a Universidade Técnica de Lisboa.

Segundo o jornal Público, os investigadores nacionais publicaram, no período em análise, mais de 84 mil artigos, representando um crescimento de 14 mil publicações comparando ao último ranking publicado. Se esta comparação tiver como ponto de referência o primeiro ranking SCImago publicado (em 2009, com dados desde 2003), verifica-se que a produção científica nacional mais do que duplicou, incluindo agora quase mais 50 mil publicações.

No primeiro lugar desta tabela está o Centre National de la Recherche Scientifique (França), seguido da Academia de Ciência da China e da Academia de Ciência Russa. A Universidade de Harvard (Estados Unidos) e o Instituto Helmholtz (Alemanha) completam o top 5 da lista de 2013 da SCImago.