U.Porto entre as melhores do mundo em seis áreas de estudo

A reputação, o número de citações e a qualidade de ensino são alguns dos critérios de classificação dos rankings da QS. (Foto: U.Porto / FDUP)

A Universidade do Porto voltou a subir no QS World University Rankings by Subject, cuja edição 2013 coloca a universidade entre as 200 melhores instituições de ensino superior mundiais em seis áreas de ensino e investigação distintas: Engenharia Química (101-150), Engenharia Civil (101-150), Farmacologia (151-200), Agricultura (151-200), Ciências Marinhas (151-200) e Direito (151-200).

Lançado pela primeira vez em 2011, o QS World University Rankings by Subject é um ranking que apresenta anualmente as 200 melhores universidades do mundo em 29 áreas disciplinares, agrupadas em cinco grandes grupos: Artes e Humanidades; Engenharia e Tecnologia; Ciências da Vida e Medicina; Ciências Naturais; e Ciências Sociais.

Dos resultados relativos à U.Porto, destaca-se a presença da Universidade e da sua Faculdade de Engenharia (FEUP) no “top 150” mundial das áreas de Engenharia Química e de Engenharia Civil, ambas inseridas no grupo de “Engenharia e Tecnologia”. Outro grupo em destaque é o das”Ciências da Vida e Medicina”, onde a Universidade surge entre as 200 melhores do mundo nas áreas de Farmacologia  e Agricultura e Floresta, fruto do trabalho desenvolvido em organismos como as faculdades de Farmácia (FFUP), Medicina (FMUP) e Ciências (FCUP), ou no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS).

Já no grupo das “Ciências Naturais”, a U.Porto está representada por organismos como o ICBAS e a FCUP no “top 200” em Ciências Marinhas. Nota final para a estreia absoluta da Universidade – através da Faculdade de Direito (FDUP) – na lista dos 200 melhores do mundo na área de Direito, englobada no grupo de “Ciências Sociais”.

Com esta performance, a U.Porto aumenta de de dois para seis o número de áreas colocadas no “top 200” mundial, em relação a 2012. O QS World University Rankings avalia mais de 700 universidades do mundo, classificando cada universidade por indicadores como a reputação, o número de citações por faculdade, a qualidade de ensino ou a proporção de estudantes internacionais.

A U.Porto é também a universidade portuguesa mais referenciada no “top 200” das diferentes áreas disciplinares. As outras universidades nacionais representadas são a Universidade Nova de Lisboa (nas áreas de Química e História), a Universidade de Lisboa (Linguística), a Universidade Técnica de Lisboa (Engenharia Civil) e a Universidade de Coimbra (Direito). Todas as outras universidades portuguesas ficaram de fora destas listagens.

Note-se que os resultados agora conhecidos vêm valorizar ainda mais a posição que a Universidade do Porto tem vindo a cimentar nos principais rankings internacionais do Ensino Superior, refletida na presença entre as 100 melhores universidades da Europa e as 350 melhores do mundo na grande maioria desses rankings. Exemplo disso é a última edição do National Taiwan University Ranking, que coloca a U.Porto no Top-100 Mundial de produção científica em quatro disciplinas de investigação distintas: Engenharia Mecânica (30ª posição), Agricultura (57ª), Engenharia Química (60ª) e Engenharia Civil (67ª).