U.Porto é porta de Acesso ao Ensino Superior 2014/2015

Acesso ao Ensino Superior

Em 2013/2014, quase 7 mil estudantes do ensino secundário colocaram a U.Porto como primeira opção para entrar no ensino superior.

4160 vagas para 52 cursos – primeiros ciclos e ciclos de estudos integrados – em todas as áreas do conhecimento. É com estes números que a Universidade do Porto se apresenta no Concurso Nacional Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2014/2015, cuja primeira fase arrancou no dia 17 de julho.

Com 893 lugares disponíveis para os seus 10 cursos, a Faculdade de Engenharia é a que contribui com mais vagas para o número final da Universidade. Seguem-se os cursos de Ciências (675 vagas para 12 cursos), de Letras (660 vagas para  13 cursos), de Economia (345 vagas para dois cursos), de Direito (200 vagas para dois cursos), de Farmácia (187 vagas), de Psicologia e Ciências da Educação (168 vagas para dois cursos), de Belas Artes (140 vagas para dois cursos), de Desporto (132), de Arquitetura (125 vagas), de Medicina Dentária (70 vagas) e de Ciências da Nutrição e Alimentação (70 vagas).  Na área da Medicina, a U.Porto disponibiliza este ano 495 vagas, repartidas pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (250 vagas para três cursos) e pela Faculdade de Medicina (245 vagas). O número total de vagas pode ser consultado aqui.

Recorde-se que a Universidade do Porto tem-se afirmado nos últimos anos como  a universidade preferida dos candidatos ao Ensino Superior em Portugal. Só em 2013/2014, 6.894 estudantes do ensino secundário colocaram a U.Porto como primeira opção para entrar no ensino superior. Um facto que não impediu que, apesar de se tratar da instituição com maior número de vagas disponibilizadas, apenas sete dos 53 cursos de licenciatura e mestrado integrado lecionados pela U.Porto não preenchessem por completo as vagas disponíveis para a primeira fase do concurso nacional. Em 2010/2011 e em 2011/2012, a Universidade registou mesmo uma taxa de preenchimento de 100%.

No ano passado, a Universidade do Porto registou  também quatro das cinco notas mais altas de entrada no Ensino SuperiorOs mestrados integrados de Medicina da Faculdade de Medicina da U.Porto e de Medicina do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) foram os cursos que registaram a nota mais alta do país com  181 valores e 180.7 valores, respetivamente. Na quarta posição, e no primeiro lugar dos cursos não relacionados com a prática médica, surge Arquitetura da Faculdade de Arquitetura com 181 valores de nota de entrada, seguido do mestrado integrado em Bioengenharia – em lecionação conjunta pela Faculdade de Engenharia e pelo ICBAS – da U.Porto, com 178 valores de nota de entrada.

No total, as instituições de ensino superior universitário e politécnico públicas disponibilizam 50820 vagas para 2014/2015, menos 641 do que no ano anterior. Em resultado da fusão entre a Universidade Clássica e a Universidade Técnica de Lisboa, a Universidade de Lisboa é a instituição com mais lugares disponíveis (7651), seguida da U.Porto, da Universidade de Coimbra (3189), do Instituto Politécnico do Porto (3000) e da Universidade do Minho (2728).

Candidaturas na U.Porto

Este ano, e à semelhança do que aconteceu nos últimos anos, a candidatura ao Ensino Superior Público 2014/2015 pode ser feita (online) no Gabinete de Acesso ao Ensino Superior (GAES) da Universidade do Porto. A primeira fase de candidaturas decorre até 8 de Agosto; a 2ª fase prolonga-se de  8 a 19 de setembro, ao passo que a 3ª e última fase tem lugar entre os dias 2 e 6 de outubro.

GAES da U.Porto localiza-se na Reitoria (Praça Gomes Teixeira, 4099-022 Porto) e estará em funcionamento de segunda a sexta-feira, entre as 9h30 e as 16h00.  Para obter mais informações, poderá contactar o gabinete através do email: acesso.es@reit.up.pt ou do telefone: 220 408 237.

  • Corália Vicente

    Quando a própria reitoria da UPorto, não dá o seu a seu dono, é normal que o reitor anterior, prof Marques dos Santos, se queixasse constantemente de que as UO´s não trabalhavam em conjunto, relembro a quem escreveu este artigo que o mestrado integrado em Bioengenharia, não é da FEUP, mas sim da UPorto, e é uma parceiria entre a FEUP e o ICBAS. O seu a seu dono era bom, especialmente qdo vindo da reitoria!!!!!!!

    • noticiasup

      Cara Professora, tem razão em apontar este lapso, que foi já
      corrigido. Apesar da sede administrativa do mestrado integrado em
      Bioengenharia ser a FEUP, o curso é lecionado em conjunto com o
      ICBAS. Pelo lapso, apresentamos as nossas desculpas.

  • Corália Vicente

    Assunto resolvido. Obrigada Tiago!