U.Porto domina lista de cursos com as mais altas notas de entrada

A Universidade do Porto voltou a registar os mais altos índices de procura pelos candidatos ao Ensino Superior

No Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2017, a Universidade do Porto domina a lista dos cursos com a mais altas médias de entrada nas universidades portuguesas. Sete dos 15 cursos superiores que registam a maior nota do último classificado em Portugal pertencem à Universidade do Porto e só no top 6 desta lista a Universidade do Porto está representada com três cursos: Engenharia e Gestão Industrial, Medicina (FMUP), Bioengenharia e Medicina (ICBAS).

De facto, a Universidade do Porto é a universidade portuguesa com a classificação média ponderada do último colocado mais elevada, apresentando uma média de 15,91 valores como nota de entrada nos seus 52 cursos. Deste total, 35 cursos da Universidade do Porto lideram a nível nacional, apresentando as médias mínimas de entrada mais elevadas do país.

Adicionalmente, a Universidade do Porto é a instituição com a maior taxa de procura. Com um total de 7.454 candidatos em primeira opção para uma oferta de apenas 4.185 vagas, a Universidade do Porto apresenta uma taxa de procura de 178%. Ou seja, a U.Porto teve em média 1,78 candidatos para cada uma das suas vagas, registando pouco menos do que o dobro da procura para a oferta de vagas apresentada.

Consequência deste facto, a Universidade do Porto chegou aos 100% na taxa de preenchimento de vagas, tendo registado tantos estudantes colocados (4.185) quantas as vagas disponibilizadas.

Estes resultados deixam o Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, “obviamente satisfeito”. Como o próprio explica, “os índices de procura e as altas média de entrada comprovam que a Universidade do Porto atrai em todas as áreas o que de melhor Portugal tem na sua juventude que quer prosseguir estudos superiores, também sinónimo da excelente reputação que a Universidade tem na sociedade portuguesa. Pais e estudantes sabem que um diploma da Universidade do Porto não é apenas uma folha de papel, mas antes uma prova de competências, muito relevante para a entrada no mercado de trabalho nacional e internacional. Enquanto professor e reitor, “só posso estar muito orgulhoso com este reconhecimento público da qualidade com que a Universidade do Porto cumpre a sua missão”.

Os novos estudantes vão ter entrada gratuita nos principais monumentos e espaços culturais da cidade.

O Reitor da Universidade do Porto e o Presidente da Câmara Municipal do Porto vão dar as boas-vindas aos 4.185 novos estudantes em plena Baixa da cidade a partir das 14 horas do dia 14 de setembro, numa sessão que tem a particularidade de envolver mais de 20 instituições do Porto. Num esforço alargado de acolhimento e integração, será concedida aos novos estudantes entrada gratuita nos principais monumentos e espaços culturais da cidade durante os quatro dias seguintes.