U.Porto distingue sete novos Professores Eméritos

Reitor_300x200

José Marques dos Santos, antigo Reitor da Universidade, recebeu no ano passado o título de Professor Emérito.

No âmbito das comemorações do seu 105.º aniversário, a U.Porto vai distinguir os professores jubilados ou reformados que prestaram e poderão continuar a prestar um contributo especial à Universidade. Já são conhecidos os nomes dos sete docentes e investigadores a quem será este ano concedido o título de Professor Emérito da Universidade do Porto.

José Luís Figueiredo centrou-se no ensino da catálise ao longo da sua carreira, enquanto professor da Faculdade de Engenharia. Para além de ter sido distinguido pelo prémio “Estímulo à Excelência” atribuído pelo Ministério da Ciência e Ensino Superior e pelo Prémio Ferreira da Silva 2014 atribuído pela Sociedade Portuguesa de Química, somavárias distinções a nível internacional. É no seguimento deste trabalho que vai ser reconhecido com a posição de investigador no Laboratório de Catálise e Materiais do Laboratório Associado LSRE-LCM, na área da Catálise Heterogénea e Materiais de Carbono.

Joaquim Silva Gomes vê reconhecido o trabalho que desenvolveu enquanto professor catedrático na Faculdade de Engenharia, onde lecionou na área da Mecânica dos Sólidos, Impacto e Mecânica Experimental durante mais de 40 anos e pelo seu envolvimento na criação do INEGI (Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial), que presidiu ao longo de mais de 12 anos. O professor terá a tarefa de contribuir para a consolidação da investigação em Mecânica Experimental do DEMec e com o alargamento da colaboração com a Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique.

Também professor catedrático da Faculdade de Engenharia, Artur Pimenta Alves será distinguido pelo trabalho que desenvolveu com o projeto SIFO “Rede de Serviços Integrados por Fibra Óptica”, referenciado como a base do INESC TEC. Foi, durante nove anos, diretor do INESC Porto e, em 2008 assumiu a Direção do Centro de Produção da RTP Porto. Para que continue o seu trabalho nesta área, a U.Porto destaca-lhe o desenvolvimento de um cluster nacional na área dos media.

Raimundo Delgado, após ter dedicado 42 anos da sua vida à Faculdade de Engenharia, onde foi responsável por diversas disciplinas na área de Estruturas em Engenharia Civil, vai continuar a desenvolver e a procurar melhorias de processos para a divulgação da Engenharia Civil. A U.Porto reconhece agora o seu trabalho enquanto Presidente do Conselho de Representantes da FEUP, Diretor do Doutoramento em Engenharia Civil, Presidente do Instituto da Construção e Diretor do Laboratório de Engenharia Sísmica e Estrutural.

Também Pedro Guedes de Oliveira dedicou grande parte da sua vida à Faculdade de Engenharia. Professor Catedrático do Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (DEEC), que dirigiu até 2015, desenhou um percurso onde se destaca também a forte ligação à investigação científica e aos institutos de interface. Pedro Guedes de Oliveira foi Presidente do INESC Porto desde a sua fundação, posição que ocupou durante sete anos. É com base neste percurso profissional que vai ser distinguido como Professor Emérito, e assim, poder contribuir com a promoção do núcleo de eletrónica e as suas atividades de investigação.

Licenciado em Engenharia Eletrotécnica pela FEUP em 1972, Fernando Nunes Ferreira iniciou a sua atividade de docente nesse mesmo ano. Para além de ter exercido dois mandatos enquanto Provedor do Estudante da U.Porto, no seu percurso académico destacam-se ainda os cargos de gestão que ocupou dentro da faculdade, onde foi presidente do Departamento de Engenharia Electrotécnica de Computadores (DEEC/FEUP), diretor do Centro de Computação e Membro do Conselho de Departamento de Engenharia Informática. A U.Porto confia-lhe a tarefa de desenvolver os processos de acompanhamento da comunidade académica.

Finalmente, Isabel Pires de Lima é doutorada em Literatura Portuguesa pela Faculdade de Letras, onde é professora catedrática e investigadora. Paralelamente à atividade profissional, dedicou-se à política, tendo sido Ministra da Cultura do XVII Governo Constitucional e deputada da Assembleia da República entre 1999 e 2008. Enquanto Professora Emérita, terá a seu encargo a promoção, tanto a nível nacional como internacional, das atividades do Centro de Estudo de Cultura Portuguesa.

Os sete novos Professores Eméritos da U.Porto vão receber o respetivo título no dia 22 de março, no Salão Nobre da Reitoria, durante a cerimónia comemorativa do Dia da Universidade do Porto.