U.Porto distingue quatro estudantes com Prémio Cidadania Ativa

Diogo Cruz (Solidariedade), Bernardo do Santos (Empreendedorismo), Ary Ferreira da Cunha (Pedagogia) e Nuno Loureiro (Desporto e/ou Ambiente) foram os estudantes premiados.

Um futuro economista com ideias solidárias, um jovem empreendedor com a missão de inspirar a comunidade académica, um investigador especialista em debate universitário e um estudante de Ciências com veia de desportista. É esse o perfil dos quatro vencedores da primeira edição do Prémio Cidadania Ativa da Universidade do Porto, galardão que distingue as melhores ações e projetos desenvolvidas por estudantes da U.Porto nas categorias de Solidariedade, Empreendedorismo, Pedagogia, Desporto e/ou Ambiente.

Na vertente humanitária ou solidária, a Universidade distinguiu Diogo Cruz, estudante da Faculdade de Economia da U.Porto (FEP), graças à fundação e trabalho desenvolvida na U.DREAM, a primeira empresa júnior sem fins lucrativos e de cariz solidário da Universidade do Porto. A ideia do projeto passar por realizar sonhos de crianças com problemas de saúde, mobilizando para isso diversos interlocutores: instituições de saúde e de apoio social, jovens universitários, famílias e empresas.

O prémio na área do empreendedorismo foi ganho por Bernardo Pequito dos Santos, também estudante da FEP. A distinção deve-se ao trabalho desenvolvido pelo estudante enquanto fundador e diretor do StartUp BUZZ,vice-presidente do Junior Achievement Alumni Portugal,  Editor-in-Chief da Junior Achivement Alumni Europe  a nível europeu  Junior Achivement Alumni Europe  e pelo desenvolvimento do projeto empresarial CareCar, uma iniciativa pessoal que lhe valeu  uma distinção no programa IJUP 2012.

Na categoria da pedagogia, a Universidade do Porto distingue Ary Ferreira da Cunha, estudante de doutoramento e investigador no Centro de Investigação Jurídico Económica da Faculdade de Direito da U.Porto (FDUP). Premiado pelo seu desempenho na difusão do debate competitivo dentro e fora da Universidade,  Ary da Cunha foi o primeiro presidente da Sociedade de Debates da U.Porto (SdDUP), hoje com mais de 700 sócios, e do Conselho Nacional de Debates Universitários (CNADU), hoje com 9 sociedades. Em 2013, representou a U.Porto no Campeonato do Mundo, onde, entre 400 equipas de 100 países, se sagrou campeão do mundo, melhor orador e melhor orador na final.

O prémio para o domínio desportivo e/ou ambiental foi entregue a Nuno Loureiro, da Faculdade de Ciências da U.Porto (FCUP). Como vice- presidente da comissão organizadora do Campeonato Europeu Universitário de Voleibol de Praia, organização conjunta da FAP, U.Porto e IPPorto, desempenhou um papel ativo na dinamização e organização deste evento internacional que contou com a participação de cerca de 120 estudantes de 15 países. A sua ação tornou este grande evento internacional num dos mais marcantes no panorama desportivo português em 2013 e na cidade do Porto. O estudante é ainda responsável do Desporto da Federação Académica do Porto (FAP), e vice-presidente da Associação de Estudantes da FCUP, responsável pela área do Desporto.

O vencedor em cada uma das categorias a concurso vai receber um prémio no valor de mil euros e a menção da distinção no suplemento ao seu diploma académico. A cerimónia de entrega dos prémios tem lugar esta segunda-feira, dia 19 de maio, às 15h30, na  Sala do Conselho do Edifício Histórico da U.Porto (Praça Gomes Teixeira).

Criado com o objetivo de à valorizar o mérito da participação estudantil em atividades extracurriculares que desenvolvam práticas de cidadania ativa, o galardão destinava-se a todos os estudantes de todos os ciclos de estudos da instituição ou a alumni que tenham frequentado a Universidade no período a que se reporta o prémio. O critério de seleção teve por base a relevância, importância e sustentabilidade do projeto e/ou acções desenvolvidas.