Universidade colabora em plataforma contra a violência doméstica

Plataforma inovadora pretende reunir diversas competências no combate à violência doméstica. (Foto: DR)

Resulta de uma parceria inovadora entre os mundos policial, judicial e académico e quer ser “Um Passo Mais” no combate à violência doméstica em Portugal. Assim se apresenta a nova plataforma que junta instituições como o Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto (DIAP), a PSP e a Escola de Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, para juntos implementarem uma nova abordagem aos crimes de violência doméstica.

Apresentado no passado dia 18 de abril, no Tribunal da Relação do Porto, o projeto “Um Passo Mais” pretende colocar em colaboração procuradores, polícia e investigadores universitários. O objetivo passa por “acelerar e melhorar a qualidade no atendimento à vítima e estabelecer medidas que previnam a reincidência neste tipo de crime”, explica Jorge Quintas, professor da Escola de Criminologia da FDUP.

A Escola de Criminologia da FDUP terá a seu cargo a vertente científica da plataforma. Aos investigadores da U.Porto competirá  o acompanhamento da implementação do projeto e consequente avaliação científica do mesmo.

Segundo Jorge Quintas, o trabalho da Escola de Criminologia passa também por “avaliar o sentimento de insegurança e a qualidade do atendimento à vítima” assim como a recolha de estatísticas oficiais de reincidência de violência doméstica, que é acentuada neste tipo de casos. Estes dados permitirão prever a evolução do fenómeno da violência doméstica, de forma a ajudar o trabalho das autoridades.

A plataforma “Um Passo Mais” tratará os vários tipos de crimes de violência doméstica: conjugal, mas também sobre crianças ou idosos. Caso o projeto seja bem sucedido, pode significar uma importante melhoria no acompanhamento da violência doméstica e no apoio especializado e próximo às vítimas deste tipo de crimes.