U.Porto atrai cada vez mais empresas internacionais para a cidade

Talkdesk e Bottebooks acabam de se instalar no UPTEC. (Foto: Egídio Santos/U.Porto)

A Talkdesk, empresa criada por dois empreendedores portugueses nos Estados Unidos da América, e a startup alemã Bottlebooks, são duas das mais recentes startups instaladas na cidade do Porto. A captação deste investimento internacional no mercado português resulta do trabalho desenvolvido pela Universidade do Porto, em parceria com a InvestPorto – entidade da Câmara Municipal do Porto– numa ação concertada que procura captar investimento nacional e internacional para a cidade do Porto.

Criada em 2014 na Alemanha, a Bottlebooks é uma das empresas recém-chegadas à cidade do Porto. A empresa acaba de se instalar no UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, depois de uma análise e estudo às condições da cidade do Porto. Trata-se de uma startup cujo trabalho pretende facilitar a partilha de informação sobre vinhos, com representação de mais de 40 países. A startup alemã conta já com uma equipa técnica de recursos humanos portugueses, mas procuram expandir-se, ainda este ano.

“A cidade do Porto só precisou de uma visita para ser eleita. O talento e formação dos jovens de TI desta zona, a facilidade em falar várias línguas e os programas de apoio ao investimento estrangeiro foram elementos essenciais na escolha. Agora que já estamos instalados, estamos convencidos que o Porto foi mesmo a decisão correta. A combinação única de pessoas, serviços e o ambiente business-friendly do Porto vai dar-nos uma vantagem competitiva para construir um negócio internacional de sucesso”, destaca Jonathan Harclerode, CEO da Bottlebooks.

A Talkdesk – startup criada por dois portugueses, com sede em São Francisco, nos EUA – escolheu o UPTEC para criar um centro de desenvolvimento. Com enfoque na conceção e venda de software para call centres em escritórios, a empresa conta com mais de 1200 clientes e 200 colaboradores. Na cidade do Porto pretende abrir brevemente mais 20 vagas de emprego, tendo como objectivo a médio prazo a contratação de 100 pessoas. 

“A cidade do Porto reúne, num só espaço, condições de atratividade para potenciais investidores. Os dados mostram isso mesmo: nos últimos anos, a Universidade do Porto captou o investimento de mais de 20 empresas internacionais, que escolheram a cidade para se instalar em Portugal. A qualidade dos recursos humanos formados na U.Porto, o ecossistema de inovação, com particular realce para o papel do UPTEC, e o posicionamento da cidade como plataforma de lançamento para outros mercados somam três fatores de atratividade para stakeholders nacionais e internacionais”, salienta Carlos Melo Brito, diretor do UPTEC e Pró-Reitor da U.Porto para as Relações com Empresas, Inovação e Empreendedorismo.

A aposta em atrair investimento nacional e estrangeiro para a cidade do Porto intensificou-se, em 2015, com a criação da InvestPorto. Esta entidade pretende contribuir para um ambiente de negócios mais competitivo e apoiar o desenvolvimento económico da cidade. Nesta relação, acompanha os investidores durante todas as fases do processo de investimento, oferecendo serviços de business intelligence; acompanhamento personalizado – agilização e coordenação interinstitucional; pesquisa de parceiros e localização; e identificação de oportunidades de investimento.