U.Porto abre o novo ano a cantar os Reis

Cumprindo a tradição, o NEFUP volta este ano a cantar as Janeiras junto à Reitoria da U.Porto. (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

Como forma de assinalar a despedida da época festiva, a Universidade do Porto promove, ao longo dos próximos dias, uma conjunto de eventos que têm como objetivo manter viva a memória dos cantares tradicionais dos Reis.

O primeiro momento acontece ao final da tarde – 18h00 – desta sexta-feira, 4 de janeiro, ocasião em que os membros do Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto (NEFUP) se vão juntar para Cantar as Janeiras no edifício da Reitoria da U.Porto, num espetáculo aberto a toda a cidade.

Na noite (21h00) de sábado, dia 5 de janeiro, as festividades mudam-se para a Igreja dos Clérigos. Em vésperas do Dia de Reis, o Coral de Letras da Universidade do Porto e o grupo Leading Voices da Porto Businness School juntam-se em palco para dar corpo a uma das mais conhecidas tradições da época.

O Coral de Letras da U.Porto será um dos protagonistas dos concertos de Reis da Universidade. (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

Com entrada livre, este espetáculo tem também uma vertente solidária, uma vez que visa apoiar a atividade da Associação Bagos de Futuro, cujo trabalho  se foca no apoio escolar a crianças carenciadas. Os interessados podem fazer seu donativo por transferência bancária para o IBAN PT50 0045 2140 4023 8712 1135 2.

Já a 9 de janeiro, o NEFUP regressa à Reitoria para liderar uma viagem musical “do Natal aos Reis”, cujo programa vai incidir sobre parte do amplo repertório de cantares tradicionais de Natal, Boas Festas, Janeiras e Reis que o grupo tem vindo a recolher ao longo dos seus 36 anos de existência.  Isto para, um dia depois, a 10 de janeiro, a “casa-mãe” da U.Porto voltar a “engalanar-se” para receber o tradicional Concerto de Reis da Universidade, que terá como protagonistas a Associação de Antigos Orfeonistas da U.Porto (AAOUP) e o Orfeão Universitário do Porto (OUP).

Ambos os espetáculos têm início às 21h30, no Salão Nobre da Reitoria. A entrada é livre.