U-Bike deu-se a conhecer à comunidade

A sessão de esclarecimento realizou-se no dia 3 de Maio na FEUP.

O Projeto U-Bike na U.Porto foi apresentado esta quarta-feira na Faculdade de Engenharia da U.Porto. Como circular? Quais os benefícios? Quais os obstáculos? Todas estas questões foram abordadas na primeira sessão de esclarecimento do Projeto U-Bike.

A sessão, organizada pelo Centro de Desporto da U.Porto, abriu com o esclarecimento de Ana Cláudia Proença sobre a pegada de Carbono, “a aposta em transportes mais sustentáveis na nossa mobilidade reduz significativamente a nossa Pegada de Carbono, o que se traduz em hábitos mais saudáveis, ambientes mais limpos e cidades mais eficientes”. A engenheira explicou que, se os objetivos do Projeto U-Bike forem cumpridos, a pegada de carbono sofrerá uma redução de 67%.

Seguiu-se o subintendente da PSP Ricardo Matos, que esclareceu as questões sobre os direitos e deveres dos ciclistas na cidade do Porto revelando as regras de segurança, a legislação aplicável e as recomendações para uma condução segura e defensiva.

Para Ricardo Cruz, da Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta (MUBI), “circular de bicicleta na cidade do Porto é muito eficiente do ponto de vista da economia do tempo e do esforço, ao contrário do que empiricamente se pode pensar”. O representante da MUBI partilhou algumas dicas e conselhos relativamente aos percursos e estratégias para uma utilização confortável e segura da bicicleta na cidade.

A terminar a sessão, a assistência pôde ouvir as experiências de quem anda diariamente de bicicleta na Universidade do Porto.  O estudante Francisco Prata, a docente Ana Aguiar e o funcionário Miguel Ferraz explicaram quais as maiores dificuldades e vantagens nos seus trajetos para a faculdade.

As candidaturas ao Projeto U-Bike na U.Porto decorrem de 16 de abril a 17 de junho, no site do CDUP-UP, e já foram recebidas cerca de 173 candidaturas.