Tolerância religiosa em Omã dá o mote para exposição na Reitoria da U.Porto

“Tolerância, Entendimento, Coexistência: A mensagem de Omã sobre o Islão” é uma exposição mundial itinerante que, depois de passar por 28 países, vai agora estar patente na U.Porto até 28 de fevereiro.

No arranque da Semana Mundial da Harmonia Interreligiosa da ONU, a Universidade do Porto abre ao público uma exposição itinerante que já percorreu mais de 28 países para dar a conhecer ao mundo um dos mais marcantes exemplos de tolerância religiosa no Médio Oriente.

Será no dia 1 de fevereiro que a Reitoria da Universidade do Porto abre portas à exposição “Tolerância, Entendimento, Coexistência: A mensagem de Omã sobre o Islão”, uma mostra organizada pelo Ministério das Doações e Assuntos Religiosos daquele sultanato da Península Arábica que ainda hoje conserva marcas da passagem dos navegadores portugueses pelo seu território.

De acordo com a própria organização, a exposição pretende lembrar, “numa altura de crescentes extremismos religiosos e de conflitos internacionais”, “que a paz e a prosperidade podem ser encontradas ainda no Médio Oriente e que o entendimento mútuo ajuda a promover a coexistência pacífica”.

Sendo um país maioritariamente islâmico, o Sultanato de Omã destaca-se pela sua histórica tradição de tolerância e entendimento com as suas minorias religiosas – cristãos, hindus e judeus, entre outros –, sendo que a livre escolha e a prática religiosa estão hoje garantidas pela Constituição do país.

Organizada pelo Governo de Omã, a exposição é um apelo à tolerância, ao entendimento e ao diálogo inter-religioso.

A exposição pretende ser, assim, um meio para dar a conhecer como é “a prática da religião numa sociedade árabe moderna”. Ao longo de 24 painéis informativos, será possível aprender mais sobre o país, a sua organização social e os exemplos de diálogo inter-religioso existentes em Omã. A exposição é ainda acompanhada pelo documentário “Tolerância Religiosa em Omã”, da autoria do realizador alemão Wolfgang Etllich.

Aberta ao público pela primeira vez em 2010, a exposição já esteve em mais de 100 locais em 28 países, incluindo instituições como o Centro Internacional da ONU em Viena, a sede da UNESCO em Paris, o Parliament of the World’s Religions em Salt Lake City (EUA), o Museum of World Religions de Taiwan ou o Interfaith Centre da universidade australiana de Griffith. O projeto foi ainda finalista do prémio da UNESCO Madanjeet Singh, para a Promoção da Tolerância e da Não-Violência, em 2016.

A inauguração oficial da exposição na Universidade do Porto irá realizar-se às 18 horas do dia 1 de fevereiro, numa sessão que contará com as intervenções do Reitor da U.Porto e do Conselheiro Científico do Ministro das Doações e Assuntos Religiosos de Omã.

“Tolerância, Entendimento, Coexistência: A mensagem de Omã sobre o Islão” estará patente na Sala de Exposições da Reitoria até 28 de fevereiro de 2018, de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 13h00 e entre as 14h00 e as 18h00. Entrada livre para todo o público.