IA/UPorto

Investigador do IA participa na descoberta do brilho invisível do Universo

Quinta-feira, 11 de Outubro, 2018  |  0 Comentários

Jarle Brinchmann fez parte da equipa internacional que conseguiu observar o brilho "invisível" da emissão tipo Lyman-alfa, das nuvens de hidrogénio à volta de galáxias no Universo primitivo. Continuar a ler »

Descoberto o local de nascimento do Sol na Via Láctea

Quarta-feira, 19 de Setembro, 2018  |  0 Comentários

Equipa internacional, que contou com a colaboração do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, conseguiu calcular os locais de nascimento de cerca de 600 estrelas atualmente na vizinhança do Sol. Continuar a ler »

U.Porto à boleia de missão da NASA para caçar exoplanetas

Segunda-feira, 16 de Abril, 2018  |  0 Comentários

A missão TESS, prevista ser lançada na próxima segunda-feira, conta com a participação de vários investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. Continuar a ler »

O fantasma do Universo estreia no Planetário do Porto

Terça-feira, 16 de Janeiro, 2018  |  0 Comentários

Sessão imersiva fulldome sobre a matéria escura no Universo já está em exibição no Planetário do Porto - Centro Ciência Viva. Continuar a ler »

Gémea do Sol ajuda a compreender o ciclo solar e o seu efeito no clima da Terra

Quarta-feira, 10 de Janeiro, 2018  |  0 Comentários

Este novo estudo, que conta com a participação de vários investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, foi publicado na revista The Astrophysical Journal. Continuar a ler »

Chegou o caçador de exoplanetas da próxima geração

Quarta-feira, 6 de Dezembro, 2017  |  0 Comentários

Já funciona, no observatório VLT, o espectrógrafo da próxima geração ESPRESSO, cuja construção foi coliderada pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. Continuar a ler »

Português na descoberta de planeta com potencial para albergar vida

Quinta-feira, 16 de Novembro, 2017  |  0 Comentários

Ross 128 b é o mais próximo exoplaneta do tamanho da Terra, a orbitar uma estrela anã vermelha pouco ativa. Foi detetado com a participação do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. Continuar a ler »