Startup do UPTEC escolhida para o Tech Match Global

UPTEC_WiseConnect

A WiseConnect estará presente em Bratislava de 12 a 16 de Outubro.

A WiseConnect, uma startup criada por antigos estudantes da U.Porto e incubada no UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, foi uma das cinco startups portuguesas selecionadas para participar no evento Tech Match Global, um encontro entre criadores e investidores internacionais, que se realiza entre 12 a 16 de outubro, em Bratislava, na Eslováquia.

A ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários selecionou 15 startups que, no início da semana passada, reuniram com o consultor Chris Burry e fizeram um pitch de 4 minutos, via skype, a investidores de Silicon Valley.  No final, a WiseConnect acabou por ser uma das selecionadas para estarem presentes no Tech Match Global, juntamente com a Lapa, a Stuk.io, a Movvo e a Glexyz.

Este evento internacional reunirá 60 startups de todo o mundo, que concorrerão pelo galardão final de 300 mil dólares. O prémio monetário é atractivo, mas para Sandro Vale, um dos promotores da WiseConnect, “o maior benefício da nossa participação no evento é a oportunidade de obter contactos dos maiores players no nosso sector de actuação, potenciando assim a internacionalização da empresa”. Pela primeira vez na Europa, o Tech Match Global reunirá investidores, multinacionais, e financiadores de capital de risco.

A Wise Connect desenvolve sistemas distribuídos de monitorização e controlo remoto. O principal produto, WiseCrop, é um sistema de apoio à decisão agrícola que ajuda o produtor a poupar recursos e a aumentar a produção. Trata-se de uma rede de sensores sem fios e uma plataforma online. Cada ponto da rede pode ter até cinco sensores diferentes e estar a dois quilómetros de outro.

Os dados recolhidos ficam acessíveis instantaneamente. Além disso, os Modelos Avançados de Previsão do produto detectam doenças, pragas, clima anormal, stress hídrico e má nutrição da planta, lançando alertas antes da plantação sofrer qualquer dano. É também possível controlar sistemas de rega ou outros dispositivos remotamente. Atualmente, a startup já tem o produto em funcionamento em sete plantações de diferentes culturas agrícolas: vinha, mirtilo, framboesa, kiwi, pêra, maça e olival.