Sobrinho Simões distinguido pela Ordem dos Médicos

Sobrinho Simões recebeu a distinção no passado dia 28 de outubro. (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

Considerado o patologista mais influente do mundo pela revista The Patologist, Manuel Sobrinho Simões acaba de ser distinguido pela Ordem dos Médicos com o Prémio de Mérito da Competência em Gestão dos Serviços de Saúde. Este reconhecimento assinala o contributo do investigador e professor da Universidade do Porto na gestão de serviços e liderança de equipas na área da saúde.

Manuel Sobrinho Simões, fundador e diretor do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup) desde a sua criação em 1989, e membro da Comissão Diretiva do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S), foi Professor Catedrático de Anatomia Patológica na Faculdade de Medicina do Porto (FMUP) e Chefe de Serviço no Hospital de São João. No seu percurso, lecionou também na Faculdade de Medicina da Universidade de Zhengzhou e em cerca de 30 universidades e institutos de oncologia europeus, norte-americanos, latino-americanos e asiáticos.

Numa cerimónia que contou com a presença de Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães e do Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, Sobrinho Simões alertou para a importância da aproximação entre hospitais, universidades e institutos de investigação.

Manuel Sobrinho Simões, foi presidente da Sociedade Europeia de Patologia e formou a divisão de Moscovo da Escola Europeia de Patologia. Durante a sua carreira, organizou os dois primeiros congressos intercontinentais de Patologia com a Sociedade Latino-Americana de Patologia (2000 e 2004); e foi Presidente do Colégio Europeu de Patologia.

É membro dos conselhos científicos da Escola Europeia de Patologia, do Curso Europeu de Patologia Celular e da Associação Europeia de Prevenção de Cancro e integra o Comité Redatorial da Associação de Directores de Patologia Cirúrgica dos E.U.A. (ADASP). Sobrinho Simões é também sócio honorário da Academia Real de Ciências Médicas da Catalunha e Ilhas Baleares (Barcelona, 1988), Sociedade Brasileira de Cancerologia (Rio de Janeiro, 1997), Sociedade Espanhola de Anatomia Patológica (Madrid, 1998), Sociedade Médica de Córdoba (Argentina, 2001) e Sociedades Portuguesas de Endocrinologia (2004) e de Cirurgia (2005).

No seu percurso constam vários prémios nacionais e internacionais, nomeadamente o Prémio Bordalo – Ciência (1996), Prémio Seiva Trupe – Ciência (2002) e o Prémio Pessoa (2002). Foi agraciado com o título de Comandante e Grande Oficial da Ordem Real da Noruega (2003 e 2010) e com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique (2004). Em 2012, Manuel Sobrinho Simões recebeu a medalha de serviços distintos do Ministério da Saúde grau ouro.

O Prémio de Mérito da Competência em Gestão dos Serviços de Saúde foi atribuído primeira vez em 2014. Trata-se de uma iniciativa da Direção da Competência em Gestão dos Serviços de Saúde da Ordem dos Médicos, responsável pela área formativa e reconhecimento profissional no domínio da Gestão em Saúde. Nas edições anteriores, a Ordem dos Médicos distinguiu Paulo Mendo, Manuel Antunes e Eduardo Barroso.