Siza “profundamente grato” pela Medalha de Mérito da U.Porto

“É uma grande honra e, além disso, é uma prova de generosidade da Universidade”. Foi com estas palavras que Álvaro Siza agradeceu a atribuição da Medalha de Mérito da Universidade do Porto durante a cerimónia de imposição das insígnias que decorreu dia 18 de junho, na “sua” Faculdade de Arquitetura (FAUP).

Perante uma plateia repleta de estudantes e professores da faculdade onde Álvaro Siza ostenta o título de Professor Catedrático Emérito, o Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, entregou ao mais reconhecido arquiteto português a mais alta distinção conferida pela U.Porto.

Reservada a “pessoas que se tenham salientado por relevantes serviços prestados à Universidade”, a Medalha de Mérito serve de reconhecimento público a personalidades que se destacaram na vida da Universidade do Porto.  No caso de Álvaro Siza, o primeiro português distinguido com o Prémio Pritzker (considerado o “Nobel da Arquitetura”), a atribuição é, nas palavras de Sebastião Feyo de Azevedo, “uma forma de enaltecer a genialidade da sua obra arquitetónica, que é hoje, para orgulho de toda a Universidade, património cultural da própria instituição”.

A cerimónia da entrega da Medalha de Mérito antecedeu a inauguração da exposição “Neighbourhood: Where Alvaro meets Aldo”, centrada no trabalho de Álvaro Siza no campo da habitação social e que ficará patente na Galeria de Exposições da FAUP até 17 de setembro.

O Reitor da U.Porto (esq.) e o Diretor da FAUP (dir.) ladeiam Álvaro Siza, já com a respetiva Medalha de Mérito ao peito (Foto: Egídio Santos).