Serviço cívico dos estudantes vai ser distinguido pela U.Porto

Daniel Freitas, antigo presidente da FAP, foi um dos cinco estudantes que recebeu o Prémio Cidadania Ativa, entregue pelo Reitor no Dia da U.Porto 2017.

No dia 15 de janeiro abrem as candidaturas à quinta edição do Prémio Cidadania Ativa da Universidade do Porto, galardão que premeia os estudantes da Universidade do Porto que se diferenciem positivamente ao nível da participação em atividades extracurriculares que desenvolvam práticas de cidadania ativa.

Pelo quinto ano consecutivo, a U.Porto volta assim a distinguir os melhores projetos e ações desenvolvidas por estudantes durante o último ano civil, que se enquadrem numa das quatro categorias elegíveis: humanitária ou solidária: empreendedorismo; pedagógica; desportivo e/ou ambiental.

Na vertente humanitária ou solidária, será distinguido o ou a estudante que tenha promovido ativamente o espírito humanitário ou solidário através de projetos internos à universidade ou de intervenções a que esta esteja associada.

No campo do empreendedorismo, será distinguido quem tenha promovido destacadamente o empreendedorismo, a inovação e/ou a internacionalização da U.Porto ou desenvolvido algum projeto promotor destas áreas. Na vertente pedagógica, será distinguido o/a estudante que tenha tido um papel de inequívoco destaque no capítulo do melhoramento das políticas e pedagogias educacionais no âmbito da U.Porto.

Projetos de caráter humanitário ou solidário podem ser distinguidos no Prémio Cidadania Ativa.

No domínio desportivo e/ou ambiental, o Prémio distingue um estudante que tenha promovido a prática desportiva e estilos de vida saudáveis na Universidade, e/ou atos de defesa do ambiente com o intuito de promover estes valores junto de toda a comunidade académica.

O prazo para a submissão das candidaturas termina a 12 de fevereiro de 2018, devendo as mesmas ser realizadas através do envio, para o email cidadaniativa@reit.up.pt, do formulário de candidatura, onde deverá constar a identificação do candidato, da categoria a que concorre e de uma justificação detalhada da proposta de candidatura.

Contudo, o Prémio Cidadania Ativa tem a particularidade de apenas aceitar candidaturas apresentadas por outro membro da comunidade académica (estudantes, alumni, docentes, investigadores ou funcionários não docentes) que não o próprio nomeado. As candidaturas serão depois analisadas com base na relevância, importância e sustentabilidade do projeto e/ou ações desenvolvidas por cada um dos estudantes nomeados.

Os vencedores de cada uma destas quatro categorias serão distinguidos com um diploma comprovativo da atribuição do prémio a ser entregue na cerimónia comemorativa do Dia da Universidade, a menção do mesmo no suplemento ao diploma académico e um prémio pecuniário no valor de mil euros.

Mais informações em www.up.pt/cidadaniativa.