Semana de Acesso Livre assinalada pela Universidade do Porto

A U.Porto disponibiliza atualmente cerca de 30.000 publicações em acesso livre e texto integral .

A nova política da Fundação para a Ciência e a Tecnologia para o depósito e publicitação em repositórios de acesso aberto dos resultados da investigação financiada pela própria será o destaque do workshop que assinala na Universidade do Porto a Semana Internacional de Acesso Livre | Open Acess 2013.

De 21 a 27 de outubro decorre a sexta edição da Semana Internacional do Acesso Livre | Open Access. O evento, promovido anualmente pela SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition), procura sensibilizar a comunidade académica e científica para as vantagens decorrentes da publicação em acesso livre e da partilha de informação e de conhecimento. A Semana Internacional do Acesso Livre é também uma ocasião para que as comunidades académicas e científicas debatam a importância do acesso aberto e promovam a sua adoção generalizada.

O workshop “U.Porto – Acesso Aberto à Informação”, que se realiza às 14h30 desta terça-feira, dia 22, no Auditório Nobre da Faculdade de Letras, será um dos pontos altos a semana.

A primeira parte do workshop será dedicada à nova política da FCT de promoção de depósito e publicação em acesso livre da investigação por si financiada. Na segunda parte da sessão, a Universidade Digital, a Biblioteca Virtual e os Serviços de Documentação e Informação da FLUP vão apresentar os recursos de informação que a U.Porto disponibiliza online, através de Arquivos, Bibliotecas e Repositórios Digitais, em particular os recursos em acesso livre.

Ao longo de toda a semana serão também disponibilizados no site da U.Porto, em área criada especialmente para a edição de 2013, uma série de materiais promocionais e informativos que se debruçam sobre o acesso aberto e benefícios a ele associados, direitos de autor e outros temas de igual modo atuais e pertinentes.

Com o seu próprio repositório disponível na Internet desde novembro de 2007, a U.Porto mantém o lugar dianteiro no diretório das instituições representadas no Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP), disponibilizando em acesso livre e texto integral cerca de 30.000 publicações.