Rede social para viajantes nasce no UPTEC em 2015

A startup lançou uma campanha de crowdunding para avançar com o projecto

A startup lançou uma campanha de crowdunding para avançar com o projecto.

Francisco, João e Vasco, três amigos na casa dos 20 anos, tinham em comum o gosto pelas viagens e deparavam-se sempre com o mesmo problema: conseguir juntar e partilhar em tempo real todas as imagens, vídeos e apontamentos de cada jornada. E foi para resolver este problema que criaram a primeira rede social para viajantes, a nomadmovement.

A aplicação, apresentada ao público no Edifício Central do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto,  no dia 17 de dezembro, estará disponível em Fevereiro de 2015 para ajudar os amantes das viagens a organizar e partilhar informação sobre as suas aventuras. O objectivo da nomadmovement é conseguir chegar aos 10.000 viajantes portugueses registados ao fim de um mês e 100.000 no prazo de um ano.

Neste momento, a startup incubada no UPTEC já conta com seis membros e prepara-se para lançar uma campanha de crowdfunding para financiar o projecto. “Também em Portugal a nossa ideia tem sido muito bem acolhida não só por aqueles que, como nós, têm a paixão de viajar e sentem a mesma necessidade, como por vários empresários e entidades parceiras que reconhecem potencial à nossa ideia. Neste sentido, consideramos que é a altura certa para apresentarmos publicamente a nomadmovement e avançar com uma campanha de financiamento para consolidar o projecto”, acrescenta João Monteiro.

Recentemente regressados do maior evento de inovação da Europa, o Web Summit, em Dublin, para o qual foram selecionados para a apresentação do projeto, o grupo de jovens empreendedores anunciou agora em Portugal a pioneira rede social. O evento de apresentação contou com dois convidados de luxo no que ao interesse pelas viagens diz respeito: João Paulo Peixoto, o único português a ter estado em todos os países do mundo e Inácio Rozeira, um líder nomad que deu a volta à Índia num sidecar e a volta à América do Sul numa Pão de Forma.

“Fomos muito bem recebidos em Dublin e o feedback dos presentes foi extremamente positivo. Realizámos muitos contactos, fomos recebidos na Embaixada de Portugal em Dublin e surgiram já algumas agências de viagens interessadas em fazer parcerias connosco”, refere João Monteiro, co-fundador e CEO da nomadmovement.