Rede de fibra ótica da U.Porto chega a Vairão

É em Vairão que estão concentradas grande parte das competências da Universidade do Porto nas áreas das Ciências Agrárias e da Medicina Veterinária.

O Polo de Vairão, em Vila do Conde, já se encontra totalmente coberto pela rede de fibra ótica da Universidade do Porto, agora que foi concluída uma intervenção da UPdigital que incluiu a instalação de 2,4 quilómetros de cabos que asseguram a interligação de todos os edifícios da U.Porto em Vairão.

Esta intervenção vem responder a uma necessidade que se fazia sentir há já vários anos, permitindo que os utilizadores do Polo de Vairão passem a dispor de condições de acesso à rede de dados da Universidade semelhantes às dos restantes polos, nomeadamente da largura de banda de 1 Gbps (Gigabits per Second).

Iniciado ainda em 2017, o projeto ficou oficialmente concluído a 25 de janeiro deste ano, dia em que a nova ligação passou a complementar a que é assegurada por um operador privado, através do qual fica agora disponível um percurso redundante, aumentando a fiabilidade e a qualidade da comunicação com os restantes espaços da Universidade do Porto.

A rede local agora concluída liga-se às infraestruturas já existentes das entidades Associação Porto Digital, Águas do Douro e Paiva, Águas do Norte, Câmara Municipal de Vila do Conde e da própria U.Porto, nas quais se incluem os cerca de 40 quilómetros de fibra ótica que ligam Vairão ao polo da Asprela.

Tendo a execução desta obra decorrido sob a responsabilidade da UPdigital, o financiamento da mesma foi assegurado em partes iguais pela Reitoria, a Faculdade de Ciências (FCUP) e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da U.Porto.

Recorde-se que é no Polo de Vairão, no concelho de Vila do Conde, que se desenvolve parte das atividades letivas, científicas e de serviços à comunidade relacionadas com a licenciatura de Ciências de Engenharia da FCUP e o mestrado integrado de Medicina Veterinária do ICBAS, para além de servir de base o centro de investigação CIBIO-InBIO.