Projetos do i3S e do INESC TEC entre “Os Melhores do Portugal Tecnológico”

As investigadoras Rita Mota e Fabíola Costa, do i3S, uniram esforços para combater as infeções hospitalares. (Foto: i3S)

Os projetos AntiBioCoat e UNEXMIN, liderados, respetivamente, por investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S) e do INESC TEC, foram recentemente distinguidos com menções honrosas na categoria Inovação dos prémios «O Melhor do Portugal Tecnológico», iniciativa da revista Exame Informática que premeia anualmente projetos e empresas que marcam a diferença pelas suas ideias inovadoras nas áreas da ciência e tecnologia.

O AntiBioCoat consiste num revestimento repelente muito eficiente contra um amplo espetro de bactérias, desenvolvido para diminuir a incidência de infeções hospitalares relacionadas com dispositivos médicos. Este revestimento está a ser desenvolvido para ser aplicado inicialmente em cateteres urinários.

Como explica a investigadora Fabíola Costa,líder do projeto,  «este revestimento apresenta elevada eficiência sem a introdução de antibióticos ou biocidas, distinguindo-se dos tratamentos existentes por não promover a toxicidade nem o surgimento de resistência aos antibióticos». O revestimento é baseado num polímero natural único, que surgiu da investigação de outra investigadora do i3S, Rita Mota.

Segundo a equipa editorial da Exame Informática, o AntiBioCoat foi premiado por ser «extremamente pertinente a conjugação de várias áreas do conhecimento para a criação de uma tecnologia que ajuda a combater um dos maiores flagelos do ambiente hospitalar (infeções) e que tantos custos (humanos e materiais) representa para os sistemas de saúde».

Para Fabíola Costa e Rita Mota, que uniram esforços para desenvolver este projeto, a distinção da revista Exame Informática «mais do que um prémio, significa um reconhecimento social da importância do trabalho que têm vindo a desenvolver nos últimos anos».

As infeções associadas a cuidados médicos estão especialmente relacionadas com a aplicação de cateteres. Estas infeções contribuem para o sofrimento do doente, agravando o seu prognóstico de saúde, aumentando o consumo de medicamentos e prolongando o internamento hospitalar, o que sobrecarrega os sistemas de saúde em todo o mundo com milhares de milhões de euros em cuidados médicos não planeados.  Atualmente, estas infeções estão a ser combatidas através de medidas preventivas e com o uso de antibióticos. «O envelhecimento da população e a crescente resistência a antibióticos, faz com que seja premente encontrar novas estratégias para reduzir as infeções durante a assistência médica», sublinham as investigadoras.

Recorde-se que o projeto AntiBioCoat já tinha sido premiado pelo Programa CaixaImpulse da Fundação «la Caixa».

O projeto UNEXMIN desenvolveu um robô para investigar e mapear minas subterrâneas inundadas. (Foto: DR)

Já o UNEXMIN é um projeto europeu codesenvolvido pelo INESC TEC e consistiu na disponibilização de uma plataforma robótica autónoma para investigar e mapear minas subterrâneas inundadas. O robô foi recentemente testado na mina de urânio da Urgeiriça.

“Consideramos extremamente pertinente a conjugação de várias áreas do conhecimento para a criação de um dispositivo capaz de operar em situações tão adversas”, afirma a direção da Exame Informática, considerando ainda que “há diversas aplicações para um projeto que tem, ainda, muito para evoluir.”

Financiado pelo programa Horizonte 2020 da União Europeia, este projeto juntou 12 organizações de sete países. Em Portugal, são parceiros deste projeto o INESC TEC e a Empresa de Desenvolvimento Mineiro (EDM).

Na cerimónia de entrega dos prémios, que decorreu no dia 9 de maio, no Instituto Superior Técnico, Alfredo Martins, investigador do INESC TEC e docente no Instituto Politécnico do Porto, assumiu o compromisso de “continuar a desenvolver tecnologia inovadora com impacto na sociedade”

Os prémios “Os melhores do Portugal Tecnológico” são os mais antigos em Portugal da responsabilidade de um órgão de comunicação e dedicados a estas áreas de inovação. As distinções englobam categorias de Inovação, Sustentabilidade, Software, Internet, Mobilidade Inteligente, Fabricante de Computadores, Marcas Nacional e Internacional, Produto e Personalidade.