Projeto inovador da FEUP para as cidades do futuro premiado no Brasil

Tiago Lourenço é mestre em Engenharia da Informação pela FEUP. (Foto. DR)

Um projeto liderado por Tiago Lourenço, bolseiro de investigação no polo do Instituto de Telecomunicações (IT) na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), foi o grande vencedor do Encontro Internacional para a Liderança na Engenharia (EILE), evento que decorreu de 5 a 9 de setembro, no Brasil e que desafiou os participantes a pensar as cidades do futuro, tendo como centro da discussão os problemas existentes na cidade de São Paulo.

O projeto apresentado pelo grupo de Tiago Lourenço e agora premiado centra-se na criação de uma plataforma inovadora que permite centralizar de forma sincronizada no tempo os diferentes repositórios de coleta de dados como poluentes, mobilidade e estudos urbanísticos, com a possibilidade de integração de novos sensores. Estes terão geolocalização dinâmica por GPS permitindo assim uma medição precisa e localizada. “Com a localização das informações será possível estudar, por exemplo, possíveis fontes da poluição existente na região contemplada e procurar correlações entre uma região e outra”, esclarece Tiago Lourenço.

A integração desta plataforma com a base de dados pública é de extrema importância para se estudar as correlações da poluição de uma região com as informações de suas atividades e moradores. “As medições serão contínuas para se obter um mapa da variação de concentração dos poluentes durante o dia. Com esse mapa será possível estudar possíveis correlações da saúde das pessoas com a poluição a que elas são expostas durante o dia”, finaliza o jovem bolseiro da FEUP.  O objetivo final passa pela criação de uma ferramenta de organização pública já que, com informações mais precisas, se poderá auxiliar o poder público nas suas decisões em relação à cidade.

Espera-se que o prémio de 9600 reais permita dar seguimento a este projeto de inovação. Tiago Lourenço sente-se à vontade com estas temáticas até porque a sua participação no encontro internacional no Brasil se deveu também ao trabalho que tinha já realizado no âmbito do projeto “Future Cities”, desenvolvido no Instituto de Telecomunicações da FEUP. Durante dois anos, o jovem investigador avaliou os sensores low-cost para qualidade do ar, o que lhe permitiu depois avançar com o desenvolvimento de uma estratégia de calibração multi-hop para redes de sensores low-cost e com uma framework de suporte disponibilizando uma interface de calibração para os diferentes algoritmos de Machine Learning. Isso permite-lhe fazer a gestão e calibração de redes de sensores através de uma estratégia multi-hop, recorrendo a métodos de calibração manual no mínimo a um dos nós da rede, reduzindo os custos de calibração aos inúmeros sensores a operar na rede. Esta ideia estava já a ser alvo de estudo por parte de Tiago Lourenço no âmbito da tese do Mestrado de Engenharia da Informação da FEUP, que concluiu em 2016.

Organizado pela Universidade São Paulo (USP), o Encontro Internacional para a Liderança na Engenharia (EILE) contou com diversas palestras relacionadas com os problemas de mobilidade, poluição, urbanísticas, empreendedorismo e saúde. A participação de Tiago Lourenço – um dos quatro estudantes portugueses presentes no evento – foi sugerida por Ana Aguiar, docente do departamento de Engenharia Eletrotécnica e Computadores da FEUP e investigadora no Centro de Competências para as Cidades do Futuro.

  • Pedro Santos

    És o maior, Tiago!

  • Emanuel Lima

    Parabéns Tiago, continua o bom trabalho 😉