Professor da FMUP lidera Polo de Portugal da Cátedra de Bioética da UNESCO (Haifa)

Rui Nunes é professor catedrático da FMUP e presidente da Associação Portuguesa de Bioética

Rui Nunes é professor catedrático da FMUP e presidente da Associação Portuguesa de Bioética. (Foto: DR)

Rui Nunes, especialista português em Bioética e professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), foi convidado a liderar o Polo de Portugal da Cátedra de Bioética da UNESCO (Haifa), com o objetivo “dinamizar o estudo das principais questões de bioética da atualidade”.

Criada em 2001 pela UNESCO, esta Cátedra tem como objetivo dinamizar o estudo da bioética de acordo com princípios éticos universais, nomeadamente os que constam na Declaração Universal de Bioética e Direitos Humanos da UNESCO, e promover o intercâmbio e a cooperação à escala global entre diferentes instituições académicas a nível mundial.

Um objetivo específico do Polo da Cátedra em Portugal será a difusão da bioética em todos os países da Lusofonia – Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – sendo a cooperação com o Brasil ao longo da última década um fator absolutamente decisivo para implementar o projeto.

Rui Nunes é diretor do Departamento de Ciências Sociais e Saúde, do Doutoramento em Bioética e do Mestrado em Cuidados Paliativos, integrando ainda o CINTESIS (Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde).

Foi presidente da Entidade Reguladora da Saúde e membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida. Ocupou também o cargo de administrador da Fundação Ciência e Desenvolvimento e integrou a direção da European Health Management Association. Em 2011, foi um dos fundadores do Centro de Inovação Social do Porto. Mais recentemente, foi indigitado coordenador do Conselho Nacional para o Serviço Nacional de Saúde da Ordem dos Médicos.