Professor da FLUP vence Grande Prémio de Tradução Literária APT/SPA

Rui Carvalho Homem

Rui Carvalho Homem dedica o seu trabalho de investigação a áreas como a literatura moderna inglesa, os estudos irlandeses ou a tradução literária. (Foto: DR)

Rui Carvalho Homem, professor catedrático do Departamento de Estudos Anglo-Americanos da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e coordenador do CETAPS (Centre for English, Translation and Anglo-Portuguese Studies) venceu, em ex-aequo, o Grande Prémio de Tradução Literária APT/SPA 2016.

A obra premiada é uma tradução de “Ricardo III”, de Shakespeare, publicada pela Editora Relógio D’Água. Para além do trabalho de Rui Carvalho Homem, o Júri do Prémio – constituído por Teresa Seruya, António Torrado e Alexandra Lopes – distinguiu ainda a tradução da obra “Na Margem”, de Rafael Chirbes, da autoria de Rui Pires Cabral.

Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (variante de Estudos Ingleses e Alemães) e doutorado em Literatura Inglesa, Rui Carvalho Homem dedica o seu trabalho de investigação e publicação a áreas como a literatura moderna inglesa, os estudos irlandeses ou a tradução literária. Como tradutor,  já publicou versões de várias obras de Shakespeare , Seamus Heaney e Philip Larkin. Em 2013, foi eleito presidente da European Shakespeare Research Association (ESRA).

Atribuído pela Associação Portuguesa de Tradutores (APT), com o patrocínio da Sociedade Portuguesa de Autores, o Grande Prémio de Tradução Literária APT/SPA destina-se a galardoar uma tradução publicada no ano anterior, podendo também contemplar o conjunto da obra de um tradutor. O galardão consiste num prémio pecuniário de 2500 euros.

A cerimónia de entrega dos prémios realizou-se no passado dia 10 de novembro na sede da SPA, em Lisboa.

  • Claudia Lago

    Recordo com saudade as aulas do professor Rui Carvalho Homem…