Presidente da República Italiana vai ser Doutor Honoris Causa da U.Porto

Sergio Mattarella receberá o 96.º doutoramento Honoris Causa atribuído pela Universidade do Porto. (Foto: PR de Itália)

O Presidente da República Italiana Sergio Mattarella, vai ser distinguido pela Universidade do Porto com o título de Doutor Honoris Causa no próximo dia 7 de dezembro, numa cerimónia em que o seu homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, servirá como padrinho do doutorando.

Descrito como “um distinto académico, uma personalidade europeia que se tem distinguido pelo seu trabalho em causas públicas e para a cooperação mundial”, o antigo professor de Direito da Universidade de Palermo será homenageado pela sua “importante contribuição para a cooperação luso-italiana e para o fortalecimento dos valores de desenvolvimento e de paz na Humanidade”, de acordo com o despacho de concessão do doutoramento subscrito pelo Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo.

Nascido em Palermo a 23 de julho de 1941, Sergio Mattarella diplomou-se summa cum laude em Direito na Universidade de Roma “La Sapienza” em 1964. Jurista desde 1967, desenvolveu a sua atividade profissional como professor da Universidade de Palermo, onde realizou extensa atividade de investigação na área do Direito Constitucional.

Em 1983 suspendeu a atividade académica para se dedicar à carreira política, o que o levou a ocupar relevantes funções políticas, a nível parlamentar e governamental. Destacam-se os cargos de Ministro das Relações Parlamentares, de Ministro da Educação, de Ministro da Defesa e de Vice-Primeiro-Ministro que desempenhou em diferentes governos, intercalado pelo trabalho parlamentar na Câmara de Deputados em representação da região da Sicília.

Após abandonar a política ativa em 2008, foi eleito vice-presidente do Conselho Superior da Justiça Administrativa, função que abandonaria em 2011, após ser nomeado Juiz do Tribunal Constitucional de Itália. Quatro anos mais tarde, a 31 de janeiro de 2015, o Parlamento elegeu-o como o 12.º Presidente da República Italiana.

Sergio Mattarella ingressará agora na galeria de Doutores Honoris Causa da Universidade do Porto, onde já se encontram chefes de Estado e de Governo estrangeiros como Fernando Henrique Cardoso (atribuído em 1995), Jacques Delors (1999), Xanana Gusmão (2000), José Ramos-Horta (2000) e Jean-Claude Juncker (2013) e os portugueses Mário Soares (1990), Jorge Sampaio (2015) e Marcelo Rebelo de Sousa (2005).

A cerimónia de doutoramento terá lugar no Salão Nobre da Reitoria da U.Porto, a partir das 11h30. Para além dos presidentes de Itália e de Portugal, a sessão contará com a intervenção do Reitor Sebastião Feyo de Azevedo e da Professora Emérita da U.Porto (e antiga Ministra da Cultura) Isabel Pires de Lima, a quem caberá proferir o Elogio do Doutorando.