Prémios Incentivo’18: Diogo Silva

“Para conseguir chegar longe é necessário aprender com os melhores”. Foi com essa convicção que Diogo Silva ingressou, em 2015, no curso de Ciências do Desporto da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP). Desse primeiro ano recorda sobretudo os “momentos incríveis com pessoas espetaculares”, mas também as muitas experiências que o obrigaram a sair da sua “zona de conforto”. Para a história ficou ainda a média de 15,58 valores que lhe valeu o Prémio Incentivo 2018 e lhe dá “confiança necessária para continuar a dar o máximo de mim todos os dias”.

– O que te levou a escolher a U.Porto?

O grande prestígio que a Universidade possui, o enorme reconhecimento que a Faculdade de Desporto tem no país e no mundo, mas principalmente a qualidade dos professores desta faculdade (algo que me foi transmitido por ex-alunos), pois para conseguir chegar longe é necessário aprender com os melhores.

– O que gostaste mais e menos neste primeiro ano na Universidade?

Aquilo que mais gostei foram as novas experiências pelas quais eu passei, muitas delas em que tive de sair da minha zona de conforto e que me fez crescer enquanto pessoa e ganhar experiência em diversas situações. Como é óbvio, não posso deixar de falar nas novas amizades que fiz. Conheci pessoas incríveis com motivações semelhantes às minhas, e acredito que sejam estas coisas, entre outras, que uma pessoa leva desta vida, momentos incríveis com pessoas espetaculares.

Aquilo que menos gostei foi verificar em certas situações as infraestruturas da melhor faculdade de desporto do país estão desatualizadas, ultrapassadas, como quiserem chamar.

– Uma ideia para melhorar a U.Porto?

Vou falar da minha faculdade pois é aquela que tenho um maior conhecimento. Tendo em conta aquilo que respondi à última pergunta, acho que a Faculdade de Desporto já merecia uma renovação das infraestruturas e do material escolar. A melhor faculdade do país e uma das melhores da Europa merecia ter umas infraestruturas ao nível do estatuto que possui.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Desejo à Universidade do Porto que continue a crescer, que continue a ser uma referência, que continue a formar profissionais do mais alto nível e, acima de tudo, que nunca se satisfaça com o nível atingido, pois só assim é possível chegar ao topo.

– Qual a importância do Prémio Incentivo para o teu futuro?

Como o próprio nome do prémio diz, é um incentivo para mim, é algo que me dá a confiança necessária para continuar a dar o máximo de mim todos os dias, e mostra-me que, se trabalhar diariamente, os resultados e as recompensas, como diz um grande atleta “aparecem com naturalidade”.