Prémios Incentivo’14: Daniel Pires

Daniel Pires tem 20 anos e é natural de Oliveira de Azeméis. Chegado à U.Porto em 2012/2013, completou o primeiro ano da Licenciatura em Ciências do Desporto Faculdade de Desporto da U.Porto (FADEUP) com média de 16.25 valores. É por isso que é um dos 19 estudantes da U.Porto distinguidos com a edição 2014 do Prémio Incentivo, entregues no Dia da Universidade.

No aniversário da U.Porto, Daniel Pires destaca a Universidade como uma instituição "que pugna pela formação académica e humana de excelência".

– Um balanço deste primeiro ano na U.Porto?
Pertencendo à Faculdade de Desporto, posso com toda a certeza afirmar que foi um ano de suor, esforço e dores musculares. Mas, como um atleta procura sempre superar-se, apesar das adversidades, procurei obter sempre o melhor desempenho em cada atividade, em cada treino, em cada aula. Chegando ao fim com um sentimento de conquista, percebi que cada esforço valeu a pena.

– De que mais gosta na Universidade do Porto?
O facto de ser uma Instituição onde se destacam os valores e a preocupação com a integração e bem-estar dos estudantes, a dinamização de atividades e a disponibilidade de recursos. Acima de tudo, que pugna pela formação académica e humana de excelência.

– De que menos gosta na Universidade do Porto?
Apesar de se encontrar a mais alta excelência profissional entre o pessoal da Universidade, principalmente das Faculdades, há contudo quem fique aquém de objetivo tão elevado. Fugindo um pouco à justiça, caem na tentação de alimentar o desequilíbrio da balança no que toca a igualdade de oportunidades, contribuindo, de uma maneira geral, para o empobrecimento axiológico do Homem.

– Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto?
No sentido da questão anterior, parece-me que, sendo a Universidade constituída essencialmente por pessoas, a ideia passaria pela formação mais humana dos profissionais, no sentido da valorização do empenho dedicado pelos estudantes em cada trabalho, de uma forma justa e imparcial, contudo interessada, promovendo uma atitude de acompanhamento dos estudantes que se revele facilitadora do aumento da motivação dos mesmos relativamente aos temas dos trabalhos, às disciplinas e, enfim, ao curso.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?
Que o futuro Reitor da Universidade do Porto, que sucederá, em breve, ao atual, seja capaz de continuar o excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvido.

– Qual a importância do Prémio Incentivo para o futuro?
Tendo em conta o período económico e social que temos vindo a atravessar, que dificulta o acesso ao emprego uma vez terminados os estudos, não sei se terá um grande impacto nesse sentido, ou seja, se o prémio terá a importância que eu desejaria que tivesse, mas é, sem dúvida, um estímulo que me desperta o desejo de querer ser melhor e de me esforçar ao máximo em cada desafio, quer académico quer profissional.

NOTA: ATÉ 21 DE ABRIL, CONHEÇAM NO NOTICIAS.UP.PT TODOS OS VENCEDORES DOS PRÉMIOS INCENTIVO 2014 ATRAVÉS DOS TESTEMUNHOS QUE PUBLICAMOS DIARIAMENTE AQUI. PODEM TAMBÉM CLICAR NA TAG (ETIQUETA) “PRÉMIOS INCENTIVO”.