Prémios Incentivo’13: Pedro Monteiro

É estudante do segundo ano do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Faculdade de Farmácia da U.Porto (FFUP), tendo concluído o primeiro ano com uma média de 16.925 valores. Natural de Barcelos, Pedro Monteiro é um dos vencedores da edição 2013 dos Prémios Incentivo, entregues no Dia da Universidade.

Para o estudante de Ciências Farmacêuticas, este Prémio "só se reveste de mérito se for acompanhado com trabalho e empenho".

 Um balanço deste primeiro ano na U.Porto?

Este foi um ano marcado por muitas alterações marcantes, desde a mudança para uma cidade mais cosmopolita, o aparecimento de novas rotinas, o aumento de responsabilidade e dedicação que me foram exigidos e a tarefa de conciliar os afazeres dentro e fora da faculdade. Todas elas me tornaram um indivíduo mais autónomo e consciente.

De que mais gosta na Universidade do Porto?

É de destaque a aposta da U. Porto na modernização das infraestruturas existentes, na promoção da cultura e da ciência à sociedade e, não menos importante, no contacto estabelecido com a população mais jovem, do que são exemplos a Universidade Júnior e a Mostra da U. Porto.

De que menos gosta na Universidade do Porto?

Do afastamento, geográfico, mas, sobretudo, institucional, existente entre as diferentes unidades orgânicas que constituem a U. Porto – contudo, é digna de ressalva a partilha das mesmas instalações entre FFUP e ICBAS, bem como o facto de alguns ciclos de estudos serem ministrados conjuntamente por diferentes unidades orgânicas.

Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto?

Uma maior troca de ideias e impressões entre estudantes, investigadores e docentes das diferentes unidades que compõem a U. Porto seria claramente proveitosa e permitiria o desenvolvimento de novas “pontes” que ligariam as instituições e, principalmente, as pessoas.

Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Espero que a U.P. continue a ser considerada uma referência no Ensino Superior nacional e se afirme no panorama europeu e internacional como uma instituição de prestígio e qualidade.

Qual a importância do Prémio Incentivo para o futuro?

Penso que este Prémio, tal qual o epíteto expressa, constitui um estímulo à superação das adversidades que irão surgir ao longo do meu percurso académico. Assim, considero gratificante e recompensador receber este Prémio, não esquecendo, não obstante, que este só se reveste de mérito se for acompanhado com trabalho e empenho.

NOTA: ATÉ 15 DE ABRIL, CONHEÇAM NO NOTICIAS.UP.PT TODOS OS VENCEDORES DOS PRÉMIOS INCENTIVO 2013 ATRAVÉS DOS TESTEMUNHOS QUE PUBLICAMOS DIARIAMENTE AQUI. PODEM TAMBÉM CLICAR NA TAG (ETIQUETA) “PRÉMIOS INCENTIVO”.

  • Biblioteca.Barcelinhos Barceli

    Parabéns Pedro, é sempre muito bom ser-se premiado, mas acima de tudo, vermos o nosso trabalho reconhecido.

  • Parabéns Pedro! É um grande orgulho para a FFUP e para Barcelos este prémio 🙂

  • Parabéns Pedro, como corre o tempo. Felicidades