“Porto Sentido de Fora” mostra a Invicta vista pelos turistas ao longo de 200 anos

Exposição organizada por docentes e investigadores da FLUP e FBAUP dá a conhecer como os visitantes estrangeiros viram o Porto entre 1820 e 1974.

Não é de agora a atração dos turistas pela cidade do Porto. Pelo menos desde o século XIX que se publicam em todo o mundo livros e guias de viagem onde a cidade do Porto é descrita pelo olhar de visitantes estrangeiros. Excertos destes relatos com quase 200 anos de história serão dados a conhecer na exposição bibliográfica “O Porto Sentido de Fora”, iniciativa da Faculdade de Letras da Universidade do Porto que faz parte do programa da edição deste ano da Feira do Livro do Porto.

Partindo de mais de 300 obras reunidas a partir de uma coleção particular e do acervo da Biblioteca Municipal do Porto, a exposição pretende mostrar como o Porto foi sentido pelos autores de guias de viagem publicados no estrangeiro entre 1820 e 1974.

Destacando frases, gravuras, fotografias, ilustrações e outros conteúdos a propósito da visita de autores estrangeiros a Portugal, a mostra proporciona um percurso histórico pelas impressões que os visitantes tiveram do Porto e das suas gentes ao longo de quatro períodos da História portuguesa: Monarquia Constitucional, Primeira República, Ditadura Militar e Nacional e Estado Novo.

Nestes guias de viagem é possível encontrar algumas das primeiras descrições turísticas da cidade que nos últimos seis anos foi por três vezes eleita o Melhor Destino Europeu e que já no século XIX encantava os seus visitantes:

“Porto Sentido de Fora” é uma exposição bibliográfica de livros e guias de viagem publicados no estrangeiro com referências à cidade Invicta.

“Poucas cidades são capazes de se gabar de ter uma vista mais bonita do que aquela vista [da ponte Pênsil]. Nas profundezas abaixo, a corrente escura brilhante desliza rapidamente, estendida à direita pela graciosa ponte suspensa de ferro, acima da qual, coroando penhascos acidentados no lado norte, aparecem as antigas muralhas e torres da cidade…” (G., A.P.B. [1826]. Sketches of Portuguese life, manners, costume and character: illustrated by twenty coloured plates. London: Geo. B. Whittaker);

“Que cidade encantadora e pitoresca é o Porto, com as suas pequenas ruas estreitas de casas altas, cada história marcada por uma varanda…” (Kinsey, William Morgan [1829]. Portugal Illustrated. Oxford: Oxford Trinity College).

Organizada pelos docentes e investigadores da FLUP Vasco Ribeiro, Elisa Cerveira e Ana Boura e Emília Dias da Costa da FBAUP, a exposição “Porto Sentido de Fora” conta com o apoio e a coorganização da Câmara Municipal do Porto e ficará patente na Mezzanine da Galeria Municipal do Porto (Palácio de Cristal) de 8 a 23 de setembro, durante a realização da Feira do Livro.

A exposição deu também origem ao livro “Porto Sentido de Fora – Livros e Guias de Viagem sobre o Porto entre Monarquia Constitucional e Estado Novo (1820-1974)”, cujo lançamento oficial está agendado para as 18 horas do dia 9 de setembro (domingo), também na Galeria Municipal do Porto. A apresentação do livro ficará a cargo de Eugénio dos Santos, Professor Jubilado da FLUP, e será precedida de uma visita guiada à exposição a decorrer a partir das 17h30.