Poesia e Natureza discutidas na FEUP

Inspirada no Dia Mundial da Poesia, esta edição incide sobre a relação dialética entre a Poesia e a Natureza (foto: Creative Commons)

Está de regresso à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) mais uma edição do Clube de Leitura. No próximo dia 3 de abril, às 12h45, Ana Luísa Amaral é a oradora convidada da sessão dedicada ao tema : ‘Poesia e Natureza’. Inspirada na comemoração recente do Dia Mundial da Poesia, esta edição do Clube de Leitura vai incidir sobre os contornos da relação dialética entre estes dois conceitos.

Ana Luísa Amaral é uma investigadora e poetisa reconhecida do panorama literário português, destacando-se não só pela sua obra, como também pelo campo de estudo a que se tem dedicado, nomeadamente pelo trabalho de análise e reflexão sobre a poetisa americana Emily Dickinson.

A conversa com o público será moderada por António Lucas Soares, do Departamento de Engenharia Informática da FEUP (DEI-FEUP). A entrada é livre e gratuita.

Esta é mais uma edição do Clube de Leitura, uma iniciativa criada em 2010 pela  Biblioteca da FEUP e cuja finalidade passar por desempenhar um papel central no apoio ao ensino e investigação desenvolvido ao incentivar aos hábitos de leitura da comunidade académica. O programa nasceu com o intuito de ampliar as bases literárias dos estudantes, docentes e colaboradores da Faculdade de Engenharia e, ao mesmo tempo, fomentar o debate sobre autores e obras literárias de inegável valor histórico.

Para mais informações: agora@fe.up.pt ou sítio web do Clube de Leitura.

 

Sobre Ana Luísa Amaral

Docente e investigadora na Faculdade de Letras do Porto (FLUP), coordena atualmente o projeto internacional, financiado pela FCT, “Novas Cartas Portuguesas 40 anos depois”, que envolve 13 equipas internacionais e mais de 10 países. Tem em preparação dois livros de ensaios. Autora de mais de duas dezenas de livros, quer de poesia, quer de teatro, quer infantis, traduziu diferentes autores, como John Updike ou Emily Dickinson. Acaba de publicar o seu primeiro romance e está para sair mais um livro de poesia.

Os seus livros estão editados e traduzidos em vários países, como Brasil, França, Suécia, Holanda, Venezuela, Itália, Colômbia e, em breve, na Alemanha e no México. Em torno dos seus livros de poesia e infantis foram levados à cena espetáculos de teatro e leituras encenadas.

Ana Luísa Amaral foi distinguida com diversos prémios, entre os quais o Prémio Literário Correntes d’Escritas, o Premio di Poesia Giuseppe Acerbi, o Prémio António Gedeão, ou o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores (APE).