Planetário do Porto reabre ao público com vista para o Universo

Planetário do Porto

Novo sistema de projeção do Planetário permite viajar desde os planetas do sistema solar até galáxias mais distantes do Universo. (Foto: Egídio Santos/U.Porto)

A partir do próximo dia 3 de junho, viajar pelos confins do Universo a partir da cidade do Porto vai ser ainda mais estimulante. É essa experiência que será proporcionada aos visitantes do renovado Planetário do Porto – Centro de Ciência Vida, que vai reabrir as portas com um novo sistema de projeção digital e uma renovada cúpula de projeção.

Resultado de um investimento de 528 mil euros, cofinanciado em 60% pelo programa ON.2 – O Novo Norte e pela Universidade do Porto, o “novo” Planetário está agora equipado com um sistema informático e de projeção digital que permite simular todo o Universo visível. Na prática, o novo sistema utiliza bases de dados (obtidas através de missões científicas) com mais de 100 mil estrelas e nebulosas e 400 mil galáxias, e permite viajar pelo Universo com realismo, desde os planetas do nosso sistema solar até galáxias mais distantes, a partir de uma cadeira reclinável.

Planetário do Porto (cúpula)

A remodelação incluiu a instalação de uma cúpula interior de última geração especialmente desenvolvida para projeção de imagens e vídeo. (Foto: Egídio Santos/U.Porto)

Para além do sistema de projeção, a remodelação do maior planetário digital do país – gerido pelo Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) –  incluiu a substituição da cúpula interior por uma nova cúpula de última geração especialmente desenvolvida para projeção de imagens e vídeo, a substituição do pavimento e o reposicionamento das 95 cadeiras reclináveis (mais dois lugares reservados a cadeiras de rodas ou carrinhos de bebé) que compõem o espaço. Características que colocam o Planetário do Porto ao nível dos mais modernos planetários do mundo, com a possibilidade de apresentação de filmes e documentários em ambiente imersivo.

A reabertura será de resto assinalada com a apresentação inédita em Portugal do filme imersivo fulldomeVida – uma história cósmica”. Produzido pela California Academy of Sciences (Academia de Ciências da Califórnia), este filme – narrado na versão original pela atriz Jodie Foster, e pelo ator Diogo Infante, na versão portuguesa – promete transportar a audiência numa viagem através dos tempos, focando aspetos da astronomia, mas também da  biologia, da geologia ou da  química.

A inauguração oficial do Planetário vai ter lugar a 2 de junho, às 16h00. A sessão contará com a presença do Reitor da U.Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, João Lima (Diretor do CAUP) e Rosália Vargas (Presidente da Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica ).

Sobre o Planetário do Porto

Inaugurado em 1998, este centro de ciência da Universidade do Porto é um espaço de promoção da cultura científica e tecnológica, gerido pelo CAUP. As sessões são acompanhadas pela equipa de divulgação do CAUP, e contam com a colaboração dos investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), o maior centro de investigação nacional em Astronomia. Mais informações aqui.

  • Calos alvaro

    GOSTAVA DE VER PERSEVER MAIS

  • Carlos alvaro

    Espero. Ter mais notícias