Vitor Hugo Teixeira

Professor da FCNAUP é, desde há cinco anos, o responsável máximo pela alimentação do plantel principal de futebol do F.C.Porto

Natural de Paços de Ferreira, Vitor Hugo Teixeira tem 37 anos, 14 dos quais dedicados à docência na Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da U.Porto (FCNAUP). Não abdica da presença inspiradora de família e amigos mais próximos e elege o rock (desde os Muse aos Violent Femmes) como banda sonora favorita. À mesa, faz uso da investigação que desenvolve e escolhe “Ameijoas à Bolhão Pato”. Um prato que, para o docente que no passado mês de junho publicou o livro “50 super alimentos portugueses” (em co-autoria com Pedro Carvalho, também docente na FCNAUP), é um “verdadeiro super alimento”.

É, desde há cinco anos, o responsável máximo pela orientação nutricional de um grupo de atletas que compete ao mais alto nível mundial: o plantel principal do Futebol Clube do Porto.

Naturalidade?

Paços de Ferreira, a Capital do Móvel.

Idade?

37 anos.

De que mais gosta na Universidade do Porto?

Admiro a ambição dos líderes, o arrojo dos investigadores, a mestria dos docentes e a cosmopolitismo dos estudantes.

De que menos gosta na Universidade do Porto?

Antipatizo com a burocracia originada por processos e ferramentas supostamente simplificadores.

Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto?

Incrementar a mobilidade internacional de docentes e estudantes.

Como prefere passar os tempos livres?

Não abdico que estar com os meus familiares e amigos mais próximos.

Um livro preferido?

O Freakonomics, de Sten Levitt e Stephen Dubner, pela forma provocativa e desconcertante como desafiam dogmas do quotidiano usando ferramentas de economia.

Um disco/músico preferido?

Três grupos: The Mission, Violent Femmes e Muse.

Um prato preferido?

Ameijoas à Bolhão Pato, um verdadeiro “super alimento”.

Um filme preferido?

Em Nome do Pai, de Jim Sheridan, com o Daniel Day-Lewis, porque aprecio filmes baseados em histórias verídicas e honro as pessoas que não renunciam à verdade e à dignidade por mais adversas que sejam as circunstâncias.

Uma viagem de sonho (realizada ou por realizar)?

Definitivamente a Austrália, pela geografia, pelo clima, pela cultura… até pelo sotaque.

Um objetivo de vida?

Ser um motivo de orgulho para o meu filho.

Uma inspiração? (pessoa, livro, situação…)

“A inspiração existe, mas tem que nos encontrar a trabalhar” (Pablo Picasso).

De que forma contribuem os 50 super alimentos portugueses na alimentação do plantel principal do Futebol Clube do Porto?

Uma super equipa portuguesa exige um apoio nutricional sustentado por super alimentos, de preferência portugueses.

 

  • Elisabete Pinto

    O Professor mais jovem que tive (e já lá vão 12 anos! :)). Parabéns pelo precurso. Beijinho, Elisabete Pinto