Raul Minh´alma

raul-minhalma_newsletter“Larga quem não te agarra” é o quarto livro de originais de Raul Minh’alma. Lançado em outubro, o romance tem estado no TOP 5 dos principais postos de venda nacionais e é já um verdadeiro caso de sucesso. Mas não é uma marca que impressione Pedro Miguel Queirós, o jovem por detrás do escritor, que, em 2010, trocou o Marco de Canaveses pelo Porto para estudar Engenharia do Ambiente na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Em agosto de 2011 publica o seu primeiro livro, de poesia, intitulado “Desculpe, Mãe”. O gosto pela escrita – que já o acompanhava desde o ensino secundário – começa a crescer até se tornar um ritual diário a que já não consegue resistir. Decidiu “dar um passo em frente e avançar para um romance”, e em 2014 publica” Os Mistérios de Santiago”. Pelo meio há uma mudança de curso. Embora se mantenha na FEUP, muda-se para Engenharia Mecânica e “ganha uma vida nova”.

Em 2015, Raul Minh’alma / Pedro Miguel Queirós, percebe finalmente que a escrita é um assunto sério, que lhe ocupa grande parte do tempo quando não está de volta de problemas e trabalhos do ramo da engenharia. No verão de 2015 lança uma coletânea com 500 frases originais, algumas delas ilustradas. Aventurou-se pelas redes sociais e em abril de 2016 chega aos 100 mil seguidores no facebook, marca que vê duplicar muito recentemente.

Acabou o curso de engenharia mecânica no início de novembro. E tem a agenda dos próximos tempos completamente preenchida com sessões de promoção do mais recente livro de norte a sul do país. “O futuro decidirá se eu serei mais engenheiro ou mais escritor”, admite Raul Minh’alma.

– Naturalidade? Marco de Canaveses.

– Idade? 23 anos.

– De que mais gosta na Universidade do Porto? 

Do prestígio desta instituição. Sinto-me profundamente orgulhoso por me ter formado na melhor universidade do país.

– De que menos gosta na Universidade do Porto? 

Do preço das refeições nas cantinas.

– Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto?

Reembolso parcial ou total das propinas em função das boas classificações dos alunos.

– Como prefere passar os tempos livres?

Ver vídeos na net que me cultivem a mente e me estimulem o humor.

– Um livro preferido?

“Alegria Breve”, de Virgílio Ferreira

– Um disco/artista preferido?

Bon Jovi

Um prato preferido?

Francesinha

– Um filme preferido?

A culpa é das estrelas

Uma inspiração?

A vida dos outros.

– Viagem de Sonho?

Ao Dubai.

– Uma Citação.

“Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo”. (José Saramago)